03 Janeiro 2023, 19:06

Irão pode tentar obter arma nuclear, adverte ministro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Teerão, 09 fev 2021 (Lusa) — O ministro dos Serviços de Informações do Irão advertiu hoje o Ocidente de que o seu país pode tentar obter a arma nuclear se as sanções internacionais que o paralisam continuarem em vigor, indicou hoje a televisão estatal.


As declarações de Mahmoud Alavi marcam uma rara ocasião em que um responsável do governo indica que o Irão pode mudar o rumo do seu programa nuclear. Teerão insiste há muito que o programa tem apenas fins pacíficos.


Uma ‘fatwa’ (ordem religiosa) de 1990, do líder supremo, o ‘ayatollah’ Ali Khamenei, afirma que as armas nucleares são proibidas.


“O nosso programa nuclear é pacífico e a ‘fatwa’ do líder supremo proibiu as armas nucleares, mas se empurram o Irão nessa direção, então não seria culpa do Irão, mas daqueles que o pressionaram”, afirmou Alavi.


“Se um gato está encurralado pode mostrar um tipo de comportamento que um gato livre não teria”, disse, embora adiantando que o Irão não tem planos neste momento para avançar em direção a uma arma nuclear.


Khamenei pediu no domingo aos Estados Unidos para levantarem todas as sanções se quiserem que o Irão cumpra os compromissos do acordo nuclear de 2015 com as potências mundiais. No entanto, o presidente Joe Biden disse que Washington não dará o primeiro passo.


Um ano depois de o presidente Donald Trump ter retirado os Estados Unidos do acordo nuclear e ter restabelecido duras sanções à República Islâmica, Teerão começou gradualmente a deixar de cumprir os seus compromissos no pacto, relativos por exemplo às reservas de urânio permitidas e ao seu nível de enriquecimento.


O Irão insiste que todas as violações do acordo são facilmente reversíveis.


 


PAL // FPA


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário