08 Dezembro 2021, 10:13

Jesus considera que Benfica perfeito pode discutir jogo com Bayern

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O treinador Jorge Jesus considerou hoje que o Benfica tem capacidade para discutir o jogo com o Bayern Munique, da Liga dos Campeões de futebol, mas advertiu que terá de estar próximo da perfeição para pontuar.

Em conferência de imprensa de antevisão da partida de quarta-feira, Jorge Jesus lembrou que o Benfica também tem “jogadores para fazer a diferença individual” e que, portanto, pode “disputar este jogo”, apesar de assumir que “o Bayern Munique vai ter mais tempo de posse de bola”.

“Mas, isso não quer dizer que seja sinónimo de vencer o jogo”, frisou Jesus, pedindo um Benfica “perfeito” em muitos momentos do jogo e que assuma “a possibilidade” de conquistar “pontos”.

Nesse sentido, Jesus apelou à capacidade psicológica dos seus jogadores, para enfrentar um jogo em que o Benfica, “às vezes, vai estar por baixo”, e para reagir aos prováveis golos alemães e somar os três pontos ou, “se não puder ganhar, um”.

“Não vai ser um jogo de 0-0. Quase de certeza que o Bayern Munique faz golos, porque até agora ainda não houve um jogo em que não fizesse. Isso pressupõe que a equipa tem de ter capacidade técnica, tática, mas também psicológica para conviver com um jogo em que às vezes vai estar por baixo”, explicou o treinador.

No entanto, Jesus garantiu que o Benfica vai bater-se pelas suas possibilidades e prometeu que vai escalar um ‘onze’ de ataque para enfrentar o poderoso rival alemão do Grupo E da Liga dos Campeões.

“Acreditamos que temos possibilidades de sair do jogo com pontos. Pensamos positivamente, tanto que amanhã [quarta-feira] vão ter a oportunidade de ver a equipa que vou lançar no jogo. Vou lançar uma equipa para a frente, não é para trás, [mas] de forma a respeitarmos o Bayern Munique, que é uma das melhores equipas do mundo”, assumiu Jorge Jesus.

Ainda assim, e apesar de prometer uma equipa “para a frente”, Jesus voltou a lembrar que é essencial “anular alguns pontos fortes do Bayern Munique”, nomeadamente “tentar que não jogue muito entre linhas”, que é “um dos pontos fortes” do adversário.

“O momento mais importante para o Benfica amanhã [quarta-feira] é ter uma boa organização defensiva. Se conseguir ter uma boa organização defensiva, vai conseguir discutir o jogo, não tenho dúvida nenhuma”, frisou o treinador.

Até porque, como já tinha afirmado o médio Julian Weigl, antes do próprio Jorge Jesus, o Bayern Munique será “o adversário mais forte” que o Benfica já defrontou, até agora, nesta época, motivo pelo qual os jogadores têm de estar “preparados para tudo”.

O alemão tem muitas caras conhecidas na equipa adversária, mas garantiu que as amizades ficam fora das quatro linhas, pelo menos até ao apito final.

“Conheço muitos deles, mas nunca falo com os jogadores que conheço antes do jogo, porque quero estar focado no nosso plano e na forma como preparamos o nosso jogo. Depois do jogo, é claro que vou ter uma breve conversa com eles, mas, antes do jogo, não somos amigos”, assegurou o médio alemão dos ‘encarnados’.

O Benfica recebe na quarta-feira o Bayern Munique no Estádio da Luz, às 20:00, em partida da terceira jornada do Grupo E da Liga dos Campeões que será arbitrada pelo romeno Ovidiu Hategan.

A equipa de Jorge Jesus empatou na estreia no reduto do Dinamo Kiev (0-0) e depois bateu em casa o FC Barcelona (3-0), seguindo no segundo lugar do agrupamento, com quatro pontos, contra seis do Bayern. Os ucranianos têm um e os espanhóis nenhum.

 

Sem comentários

deixar um comentário