04 Dezembro 2021, 10:48

John Textor quer Benfica na Bolsa de Nova Iorque

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 21 out 2021 (Lusa) — O empresário norte-americano John Textor apresentou hoje à direção do Benfica a intenção de cotar a sociedade ‘encarnada’ na Bolsa de Valores de Nova Iorque, confirmou hoje à Lusa fonte oficial do clube.


John Textor, que já manifestou o interesse em investir na SAD do Benfica, reuniu-se hoje com os vice-presidentes do clube Luís Mendes e Jaime Antunes, num encontro que contou com a presença do presidente Rui Costa no início.


“O encontro decorreu de forma cordial e o sr. John Textor ficou de enviar informação adicional sobre as intenções que tem para o Benfica, para posteriormente serem objeto de avaliação e análise por parte da direção. Não está prevista, por agora, qualquer nova reunião com o sr. John Textor”, lê-se no comunicado do Benfica.


Em causa está a intenção de cotar a SAD ‘encarnada’ na bolsa nova-iorquina, que, segundo fonte oficial do clube, “foi entendida como estando cadenciada de maior aprofundamento e nesse sentido foi solicitada mais informação para avaliação e análise”.


O empresário norte-americano celebrou um acordo com o português José António dos Santos, maior acionista individual da SAD ‘encarnada’, para aquisição de 25% do seu capital social, facto comunicado então à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).


José António dos Santos “outorgou com John C. Textor, dois acordos para venda de um total de 5.750.000 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 25% do capital social da Benfica SAD, condicionado ao pagamento” até 15 de setembro “do preço total acordado”, tendo sido adiantada a quantia de um milhão de euros, salientou na ocasião o comunicado.


A direção do clube assegurou que não tinha conhecimento das negociações para a aquisição de 25% das ações da SAD pelo norte-americano John Textor e prometeu opor-se caso essa operação fosse analisada em assembleia geral de acionistas.


Já em setembro, o Benfica revelou que prazo de validade do acordo entre o investidor norte-americano John Textor e José António dos Santos para a aquisição das ações da SAD do Benfica tinha sido prolongado até 31 de dezembro.


John Textor é um empresário norte-americano, pioneiro de tecnologias holográficas e efeitos especiais, tendo investido recentemente no clube inglês Crystal Palace, do qual detém cerca de 18% do seu capital.



JP (HPG/AJO) // AMG


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário