05 Outubro 2022, 16:56

Jorge Braz rejeita “facilitismo” e promete a mesma ambição

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 05 out 2022 (Lusa) — O selecionador português de futsal, Jorge Braz, afastou hoje qualquer tipo de “facilitismo” frente à Bielorrússia, no arranque da qualificação para o Mundial2024, e prometeu que os atuais detentores do troféu vão manter “a mesma ambição”.


“É importante perceber que iniciámos agora um processo, mas que temos de estar com a mesma ambição com que jogámos as decisões da Finalíssima, por exemplo. A equipa tem consciência de que não pode haver facilitismos e que tem de manter a mesma responsabilidade. Sentimos a ansiedade normal como se fosse a primeira vez que iniciamos uma qualificação para uma grande competição. Essa é a forma como temos encarado este momento”, afirmou Jorge Braz.


Em declarações divulgadas no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol, o selecionador nacional garantiu que a sua equipa está preparada para o “início de uma nova caminhada” depois dos últimos troféus conquistados.


“Andámos em finais e a vencer competições, agora voltámos ao início de um percurso. Sabemos que nestas qualificações, com jogos fora e casa, qualquer deslize não nos deixa confortáveis para alcançarmos os nossos objetivos”, referiu.


Para Jorge Braz, a Bielorrússia é uma equipa “poderosa” e que apresentar alguma “cinismo” no seu tipo de jogo.


“Se formos Portugal, e eu acredito nisso pelo que tenho visto nestes dias, a Bielorrússia vai ter dificuldades. Agora, é preciso concretizar, ter eficácia e focarmo-nos nas coisas simples”, disse.


Portugal, que está a estagiar na Lousada, defronta na quinta-feira, às 20:00, a Bielorrússia, em Paredes, e a Lituânia, em 12 de outubro, em Kaunas, em jogos do Grupo 4 da ronda principal de qualificação para o próximo Campeonato do Mundo.



LG // NFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário