14 Maio 2022, 21:46

Judo/Europeus: Telma Monteiro entra como favorita, mas pode ter rival de Tóquio2020

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

A judoca Telma Monteiro inicia na sexta-feira em Sófia a defesa do título europeu em -57 kg com a vencedora do combate entre a alemã Pauline Starke (35.ª do mundo) e a turca Hasret Bozkurt (98.ª).

Telma Monteiro, quarta do ranking mundial e segunda cabeça de série, apenas entra em competição na Arena Armeets na segunda eliminatória, com uma classificação que a poupa à ronda inaugural.

Como expectável, o sorteio de hoje deu a Telma Monteiro, campeã europeia no último ano, em Lisboa, um combate inicial em que é favorita, mas a judoca, 15 vezes medalhada em Europeus, tem elevado grau de exigência se chegar aos quartos de final.

Numa categoria com 24 inscritas, a judoca do Benfica pode defrontar nessa fase do quadro a polaca Júlia Kowalczyk (12.ª, sétima favorita), com quem perdeu nos oitavos de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, no golden score, com três castigos.

Nos Europeus de Sófia, que decorrem entre sexta-feira e domingo, e nos quais Portugal compete com 11 judocas, Telma Monteiro persegue uma 16.ª medalha em 16 participações, uma marca ímpar no judo feminino.

A portuguesa já é a mais medalhada entre as mulheres, a par da alemã Barbara Classen, que acumulou 15 medalhas em -72 kg e na categoria Open nas mesmas edições, enquanto Telma tem seis ouros, duas pratas e sete bronzes, uma por edição.

O sorteio dos Europeus não foi agradável para as cores lusas, especialmente com a ‘armada’ britânica no caminho da vice-campeã mundial Bárbara Timo (-63 kg), Patrícia Sampaio (-78kg) e Francisco Mendes (-66 kg).

Bárbara Timo, que desceu dos -70 kg para os -63 kg, encontra no sábado uma adversária a quem nunca ganhou, a britânica Gemma Howell (39.ª), que, tal como a luso-brasileira, desceu de categoria de peso.

As judocas defrontaram-se em duas ocasiões no já distante ano de 2017, quando Timo ainda não representava a seleção portuguesa, e já em 2020, no Grand Slam de Paris, com Bárbara Timo a perder já no prolongamento, com acumulação de shidos (castigos).

Já Patrícia Sampaio defrontará no domingo Emma Reid em -78 kg, com a britânica a posicionar-se como sétima pré-designada, enquanto Francisco Mendes lutará já na sexta-feira com Samuel Hall (29.º), em -60 kg.

Na competição, o último dia reserva a entrada nos tatamis do bicampeão mundial e líder em -100 kg, o português Jorge Fonseca, medalha de bronze em Tóquio2020, que ainda persegue o seu primeiro título europeu.

Apesar da glória em dois mundiais e do pódio olímpico, Jorge Fonseca foi terceiro nos Europeus de Praga e em Lisboa, no último ano, admitiu ter sentido a pressão de lutar em casa, o que o relegou para um inesperado sétimo lugar.

No domingo, o judoca do Sporting entra em ação apenas na segunda eliminatória em -100 kg, em que defrontará o vencedor do combate entre o estónio Grigori Minaskin (52.º) e o polaco Piotr Kuczera (67.º).

Os Europeus, que contam com 361 judocas, de 40 países, sem Rússia ou Bielorrússia, inibidas de competir face à invasão russa da Ucrânia, Portugal terá ainda em prova Rodrigo Lopes (-60 kg), Catarina Costa (-48 kg), quinta nos Jogos de Tóquio2020, Joana Diogo (-52 kg), João Crisóstomo (-73 kg), João Fernando (-81 kg) e Anri Egutidze (-90 kg).

Primeiros combates dos 11 judocas portugueses que competem nos Europeus:

– Sexta-feira, 29 abr:

Primeira eliminatória:

-60 kg: Rodrigo Lopes (27.º) com Tornike Tsakadoea, Hol (14.º, sexto cabeça de série).

-60 kg: Francisco Mendes (91.º) com Samuel Hall, GB (29.º).

-52 kg: Joana Diogo (48.ª) com Martina Castagnola, Ita (47.ª).

Segunda eliminatória:

-48 kg: Catarina Costa (4.ª, segunda cabeça de série) com Ramila Aliyeva, Aze (sem ‘ranking’).

-57 kg: Telma Monteiro (4.ª, segunda cabeça de série) com a vencedora do combate entre Pauline Starke, Ale (35.ª) e Hasret Bozkurt, Tur (98.º).

– Sábado, 30 abr:

Primeira eliminatória:

-63 kg: Bárbara Timo (24.ª) com Gemma Howell, GB (39.ª).

-73 kg: João Crisóstomo (217.º) com Fábio Basile, Ita (23.º).

Segunda eliminatória:

-81 kg: João Fernando (87.º) com o vencedor do combate entre Bozidar Vucurevic, Bos (130.º) e Adam Kopecky, Che (90.º).

– Domingo, 01 mai:

Segunda eliminatória:

-78 kg: Patrícia Sampaio (26.ª) com Emma Reid, GB (13.ª, sétima cabeça de série).

-90 kg: Anri Egutidze (62.º) com Mihael Zgank, Tur (12.º, quarto cabeça de série).

-100 kg: Jorge Fonseca (1.º, primeiro cabeça de série) com o vencedor do combate entre Grigori Minaskin, Est (52.º) e Piotr Kuczera, Pol (67.º).

Sem comentários

deixar um comentário