06 Dezembro 2022, 16:14

LC: Conceição quer FC Porto fiel à sua base e deseja “melhor sorte” à arbitragem

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

O FC Porto necessita de respeitar os seus princípios para suplantar os espanhóis do Atlético de Madrid, na quarta-feira, no embate de estreia do Grupo B da Liga dos Campeões de futebol, assumiu hoje o treinador Sérgio Conceição.

“Desejo a melhor sorte do mundo à equipa de arbitragem, ao videoárbitro e àqueles que compõem essa equipa. Depois, há que ser fiéis ao que temos como base e faz parte dos nossos princípios, que é ser uma equipa intensa, agressiva, humilde, com grande espírito de trabalho e capacidade de sofrimento. Associando-os à organização e ao talento dos atletas, é fazer um bom jogo e ganhar”, desejou o técnico, em conferência de imprensa.

O FC Porto, vencedor da competição em 1986/87 e 2003/04, visita o Atlético de Madrid, na quarta-feira, às 21:00 locais (20:00 em Lisboa), no Estádio Metropolitano, em Madrid, em jogo da jornada inaugural do Grupo B, com arbitragem do polaco Szymon Marciniak.

“Temos de ser competentes em todas as fases. Quando estivermos na frente, com e sem bola, pressionar o adversário para que não faça aquilo que gosta numa primeira fase de construção. Numa zona intermédia, temos de estar muito organizados para que o Atlético de Madrid não municie o ataque, no qual tem dois jogadores fantásticos, como o [João] Félix e o [Álvaro] Morata. Além disso, ainda nesses momentos defensivos, vamos ter de bloquear dois atletas muito verticais nos corredores laterais”, precisou Sérgio Conceição.

O técnico espera ainda “ousadia com bola e que os golos contem”, numa alusão ao jogo disputado entre os dois clubes em Madrid na Liga dos Campeões 2021/22, quando o árbitro romeno Ovidiu Hategan recorreu ao videoárbitro (VAR) para invalidar um golo de Mehdi Taremi, aos 80 minutos, face a um alegado toque na bola com a mão do iraniano.

Volvido esse empate sem golos (0-0), na jornada inaugural do Grupo B, os ‘colchoneros’, do internacional português João Félix, ‘selaram’ o apuramento para os oitavos de final da principal competição europeia de clubes com um triunfo (3-1) no Estádio no Dragão, no Porto, na sexta e última ronda, que relegou os campeões nacionais para a Liga Europa.

“Há muitos jogadores, incluindo o treinador [Diego Simeone], com muitos anos de casa e essa forma de estar tão própria do Atlético de Madrid, que vem mostrando ao longo dos anos consistência como equipa e a força do coletivo em todos os momentos do jogo. Isso, depois, reflete-se naquilo que tem conquistado. Cabe-nos ser uma formação consistente, com história e peso nesta competição, para poder deixar uma resposta positiva”, avaliou.

Sérgio Conceição, que venceu campeonato, Taça de Itália e Supertaça Europeia ao lado do argentino Diego Simeone na Lazio, em 1999/00, admitiu que o ‘Atleti’, finalista vencido em 1973/74, 2013/14 e 2015/16, “é sempre um dos favoritos” a arrebatar a ‘Champions’.

“É um clube liderado por um ex-colega meu. Mesmo nos princípios desta equipa, nota-se muito daquilo que pude partilhar nos anos em que estive com o seu treinador. É verdade que não mudou muito ao longo destes anos, mas não me aborreço nada a ver o Atlético de Madrid. Se calhar, aborreço-me mais a ver clubes que querem elaborar sempre o seu jogo e, por vezes, mesmo em situações difíceis, não são capazes de mudar”, comentou.

Acautelado para um opositor “realista, muito capaz e competitivo”, o FC Porto procura alcançar no terreno do oitavo colocado da Liga espanhola um inédito triunfo na abertura da ‘Champions’ sob o comando do atual treinador, após dois empates e duas derrotas.

“Temos de olhar para o futebol e ver o que é o espetáculo. Queremos uma dinâmica em posse muito mais ligada e elaborada ou simplesmente dois passes para chegar à baliza adversária? Sinceramente, sou apologista de que o importante é chegar lá. Depois, há jogadores com características que são propícias para se chegar mais rápido à baliza e outros nem tanto. Depende daquilo que temos à disposição”, juntou Sérgio Conceição.

Entre os 26 convocados para a estreia na Liga dos Campeões, os ‘dragões’ incluíram o médio sérvio Marko Grujic, que acusou fadiga no triunfo em Vizela (1-0), na segunda jornada da I Liga, em 14 de agosto, e ainda “não está pronto para disputar 90 minutos”.

Sérgio Conceição aproveitou a ocasião para enviar um “grande abraço” ao ex-avançado internacional português Paulo Futre, campeão europeu pelo FC Porto em 1986/87 e ‘lenda’ do emblema ‘colchonero’, que esteve internado em agosto no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, devido a problemas cardíacos, após se sentir mal no funeral da mãe.

“Sei que foi convidado para vir amanhã [quarta-feira]. É um homem fantástico e um ex-atleta de grandíssima qualidade, que fez história nos dois clubes. Como lhe telefonei na fase em que estava menos bem e não me atendeu, deixo um grande abraço”, concluiu.

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

Sem comentários

deixar um comentário