24 Janeiro 2022, 10:22

Legislativas: PSD percorre a partir de hoje 18 distritos entre campanha de rua e sessões temáticas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 14 jan 2022 (Lusa) – O PSD percorre a partir de hoje os 18 distritos de Portugal Continental na campanha para as legislativas antecipadas de 30 de janeiro, apostando em iniciativas de rua e em sessões temáticas sobre o programa eleitoral do partido.


O secretário-geral do PSD, José Silvano, disse à Lusa que o partido irá cumprir todas as normas gerais da Direção-Geral da Saúde (DGS) relativas à pandemia de covid-19, mesmo que não se apliquem por lei aos partidos políticos, admitindo que seja necessário o certificado completo de vacinação ou um teste negativo para aceder a alguns eventos em recinto fechado.


O presidente do PSD, Rui Rio, estará hoje no distrito de Santarém, onde visitará empresas, e depois iniciará a campanha no domingo, no distrito de Braga, já que no sábado tem ainda o último debate televisivo com a porta-voz do PAN, Inês Sousa Real.


Será no domingo, data oficial do arranque da campanha, que o PSD arrancará com as sessões temáticas ao final do dia sobre uma parte do programa do partido, incidindo a primeira nas áreas da economia e da inovação.


Essas sessões – há dois anos o PSD chamou-lhes ‘talks’ – serão sempre o último momento de campanha do dia e decorrerão numa tenda montada para o efeito, com capacidade para cerca de 200 pessoas, mas que não irá juntar esse número máximo.


Durante o dia, o presidente do PSD irá privilegiar os contactos de rua e com o comércio local, não existindo qualquer almoço ou jantar-comício, que já foram raros em 2019, mesmo sem pandemia.


De Braga, a campanha do PSD passa na segunda-feira por Lisboa, já que Rui Rio irá participar à noite no debate da RTP com todos os partidos com assento parlamentar, seguindo no dia seguinte para os distritos de Setúbal e de Castelo Branco.


A caravana social-democrata continuará no interior na quarta-feira, com iniciativas na Guarda e em Viseu, subindo no dia seguinte até Bragança e Vila Real.


O dia 21 de janeiro será dedicado ao distrito de Coimbra, com uma deslocação de Rui Rio a Lisboa à noite para participar no programa humorístico de Ricardo Araújo Pereira na SIC “Isto é Gozar com Quem Trabalha”.


No único fim de semana completo de campanha, o PSD estará no sábado no distrito de Aveiro e voltará ao de Braga no domingo, terminando o dia em Viana do Castelo.


A segunda e última semana de campanha começa com dois dias entre Alentejo e Algarve: no dia 24 nos distritos de Portalegre e Évora e em 25 de janeiro em Beja e Faro.


Na reta final, a caravana do PSD dedicará ao distrito de Leiria o dia 26, seguindo a 27 para o do Porto e terminando a campanha no de Lisboa.


Sobre a mensagem geral da campanha, o secretário-geral do PSD já tinha adiantado na semana passada à Lusa que, tal como o líder do PS tem feito, os sociais-democratas irão insistir em que “os candidatos a primeiro-ministro são o dr. Rui Rio e o dr. António Costa”.


“Aceitamos pacificamente a solução que o PS encontrou e centrar a campanha nos candidatos a primeiro-ministro e na bipolarização destas eleições”, afirmou.


Foi na campanha para as legislativas de 2019 que o PSD inaugurou o modelo das ‘talks’ (conversas, em inglês), sessões de esclarecimento que substituíram os tradicionais comícios nas quais Rio respondia a perguntas de pessoas (a maioria previamente inscritas e selecionadas) dos vários distritos sobre o tema escolhido para cada dia, em audiências que variaram entre as 100 ou as 400 pessoas na altura.


Na campanha oficial, Rui Rio não irá deslocar-se às Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores devido ao pouco tempo deixado pela multiplicação dos mais de 30 debates televisivos, segundo José Silvano.



SMA // JPS


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário