29 Janeiro 2022, 11:22

Líder City dá a volta ao Arsenal aos 90+3 minutos e garante 11.ª vitória seguida

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Londres, 01 jan 2022 (Lusa) — Um golo de Rodri, aos 90+3 minutos, consumou hoje a reviravolta do Manchester City sobre o Arsenal, dando ao líder o triunfo por 2-1 em Londres, no jogo que abriu a 21.ª jornada da Liga inglesa de futebol.


Com os internacionais portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva de início, os ‘citizens’ viram-se em desvantagem desde os 31 minutos, quando Bukayo Saka assinou o quarto tento nos últimos três jogos pelos ‘gunners’, que estiveram privados do treinador Mikel Arteta, infetado com o coronavírus.


No entanto, o adversário do Sporting nos oitavos de final da Liga dos Campeões conseguiu chegar ao empate aos 57 minutos, numa grande penalidade convertida pelo argelino Riyad Mahrez, na sequência de uma falta muito discutível de Granit Xhaka sobre Bernardo Silva.


Logo de seguida, Nathan Aké impediu, com um corte ‘in extremis’ em cima da linha de baliza, que um desentendimento entre Ederson e Laporte desse nova vantagem aos londrinos, que ficariam reduzidos a 10 elementos à passagem da hora de jogo, face à expulsão do central Gabriel Magalhães, castigado com dois cartões amarelos no espaço de três minutos.


Quando parecia que a equipa comandada por Pep Guardiola iria ceder os primeiros pontos na Premier League desde o final de outubro, o médio espanhol Rodri emergiu na área adversária e ‘carimbou’ a vitória do Manchester City em tempo de compensação, oferecendo ao líder o 11.º triunfo consecutivo na prova.


O City segue destacado no topo da competição, com 53 pontos (21 jogos), mais 11 do que o Chelsea (20) e 12 face ao Liverpool (19), segundo e terceiro colocados, respetivamente, que se defrontam no domingo, em Londres.


Já o Arsenal, que vinha de quatro vitórias seguidas, é quarto classificado, com 35 pontos, em 20 jogos.


A formação de Pep Guardiola é adversária do Sporting nos oitavos de final da ‘Champions’, com primeira mão em Alvalade, em 15 de fevereiro, e segundo no Etihad, em 09 de março.



MO // PFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário