06 Dezembro 2022, 20:50

Liz Truss indigitada primeira-ministra britânica

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Liz Truss foi hoje indigitada primeira-ministra do Reino Unido depois de se encontrar com a Rainha Isabel II, que lhe pediu para formar um novo governo após aceitar a demissão de Boris Johnson.

Numa fotografia tornada pública, a Rainha, apoiada numa bengala, cumprimentou Truss, que se tornou a 15.ª chefe de governo em 70 anos de reinado da monarca de 96 anos.

Boris Johnson saiu do Castelo de Balmoral na Escócia minutos antes, cerca das 12:00, onde chegou esta manhã com a esposa, Carrie, para ser recebido pela rainha.

Num comunicado, o Palácio de Buckingham refere que Johnson “apresentou a sua demissão como primeiro-ministro e Primeiro Lorde do Tesouro, que sua majestade teve o prazer gracioso de aceitar”.

Liz Truss vai agora viajar de regresso a Londres para a residência oficial em Downing Street, onde fará um discurso pelas 16:00, e começar a anunciar a composição do governo.

A transição resultou da eleição interna para a liderança do Partido Conservador iniciada em julho, da qual Truss foi declarada vencedora na segunda-feira com 57% dos votos.

Sem comentários

deixar um comentário