29 Junho 2022, 22:52

Lucro da Saudi Aramco sobe 82% para 38 mil ME no 1.º trimestre de 2022

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Riade, 15 mai 2022 (Lusa) — A petrolífera estatal Saudi Aramco registou lucros de 39,5 mil milhões de dólares (cerca de 38 mil milhões de euros) no primeiro trimestre deste ano, uma subida homóloga de 82%, foi hoje anunciado.


Segundo um comunicado do grupo, o resultado líquido obtido nos primeiros três meses de 2022 corresponde ao melhor desde que o gigante da energia entrou em bolsa, em 2019, com os 38 mil milhões de euros registados a praticamente duplicarem os 20,8 mil milhões de euros obtidos no período homólogo de 2021, e a serem impulsionados “pela subida do preço do petróleo e das quantidades vendidas e pela subida das margens” de refinação e comercialização.


No mesmo comunicado, a Saudi Aramco refere que o resultado líquido atingido traduz um valor “recorde” desde a abertura do seu capital em bolsa e anunciou que vai distribuir um dividendo e 18,8 mil milhões de dólares (cerca de 18,1 mil milhões de euros).


Citado no comunicado, o presidente executivo da Aramco, Amin Nasser, referiu que “num contexto e grande volatilidade dos mercados globais” a empresa vai continuar focada “em ajudar a satisfazer a procura mundial de energia de forma confiável, acessível e cada vez mais sustentável”.


“A segurança energética é vital e estamos a investir a longo prazo, aumentando a nossa capacidade de produção de petróleo e gás para satisfazer o crescimento previsto da procura e criando valor a prazo para os acionistas”, precisou o gestor.


Amin Nasser afirmou-se “mais otimista do que nunca” sobre a contribuição “positiva” da Aramco na colaboração com parceiros nacionais e internacionais para “explorar tecnologias e soluções novas e emergentes” desde “o desenvolvimento de tecnologias de transporte mais limpas, até ao estabelecimento e cadeias de valor no hidrogénio e amoníaco” baixas em carbono.


Em 2021, o lucro líquido registado pelo gigante da energia Saudi Aramco subiu 124% face a 2020, atingindo 99 mil milhões de euros.



LT // JH


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário