15 Agosto 2022, 21:54

Mais de 1.700 militares ucranianos de Azovstal renderam-se desde segunda-feira

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Moscovo, 19 mai 2022 (Lusa) – O Ministério da Defesa russo anunciou hoje que 1.730 soldados ucranianos escondidos na siderúrgica Azovstal em Mariupol, no sudeste da Ucrânia, renderam-se desde segunda-feira.


“Nas últimas 24 horas, 771 combatentes do regimento nacionalista Azov da siderúrgica Azovstal em Mariupol renderam-se. No total, desde 16 de maio [segunda-feira], 1.730 combatentes, incluindo 80 feridos, foram feitos prisioneiros”, disse o ministério.


Também o líder da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Denis Pushilin, disse hoje que mais de metade dos militares ucranianos sitiados na siderúrgica renderam-se.


Segundo uma fonte citada pelo digital Meduza, declarado “agente estrangeiro” e bloqueado na Rússia, 89 dos combatentes ucranianos que se renderam foram enviados para a cidade de Taganrog, na região de Rostov.



DD // SB


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário