08 Setembro 2022, 18:45

Mais de 400 operacionais combatiam fogo nas Caldas da Rainha às 22:30

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 17 ago 2022 (Lusa) — Mais de 400 operacionais estavam hoje às 22:30 a combater o incêndio que lavra nas Caldas da Rainha (Leiria), de acordo com o ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).


Este fogo deflagrou hoje às 13:45 em Rostos, nas Caldas da Rainha, distrito de Leiria, e alastrou ao concelho de Rio Maior, distrito de Santarém.


Às 22:30 de hoje, o combate ao incêndio mobilizava 413 operacionais, apoiados por 139 viaturas, segundo o ‘site’ da ANEPC, consultado pela agência Lusa.


Durante o combate registou-se a morte de um bombeiro, da corporação de Óbidos, por “doença súbita”, segundo fonte do Comando de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria.


Ao início da noite, ANEPC havia registado até às 19:00 de hoje 43 incêndios, com destaque para os que decorrem nos municípios das Caldas da Rainha e Alijó, e o da Serra da Estrela, entretanto, já dominado.


Devido ao incêndio na serra da Estrela, foram contabilizados 21 feridos ligeiros e três feridos graves de um total de 46 pessoas assistidas, e 43 retiradas de casa (a maioria já regressou), mantendo-se o mesmo número de feridos ou pessoas retiradas das suas casas.


Pelas 21:30 de hoje, este fogo lavra há 11 dias foi dado como dominado.


Este fogo deflagrou no dia 06 de agosto em Garrocho, no concelho da Covilhã, e foi dado como dominado no sábado, dia 13, mas sofreu uma reativação na segunda-feira e consumiu mais de 14 mil hectares.


De acordo com o ‘site’ da ANEPC, pelas 22:30, encontravam-se ainda no local 1.105 operacionais, apoiados por 356 viaturas, a realizar trabalhos de rescaldo.



JML (DA/FP/DMC) // NS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário