23 Maio 2022, 00:18

Mais de 450 portugueses em recolha de fundos para Santuário de Fátima na Venezuela

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Caracas, 02 mai 2022 (Lusa) — Mais de 450 portugueses participaram numa tertúlia organizada pela Academia do Bacalhau de Caracas (ABC) para angariar fundos para a construção de uma réplica do Santuário de Fátima, a sul de Caracas, a inaugurar em outubro.


“Temos mais de 450 pessoas, há muitos anos que não tínhamos uma tertúlia assim… o que angariarmos vai ser encaminhado para as obras do Santuário de Fátima”, em Los Altos Mirandinos, disse, no domingo, à Lusa, António de Ponto, um responsável da ABC, uma das 62 academias do bacalhau em todo o mundo.


O encontro, que contou com a presença do diretor regional das Comunidades e Cooperação Externa do governo da Madeira, Rui Abreu, marcou o reinício das tertúlias em Caracas, afirmou o presidente da ABC, José Luís Ferreira, “depois de a pandemia [da covid-19]” ter imposto “quase dois anos de inatividade”.


Por outro lado, o tesoureiro da ABC disse que “muita gente” de Portugal precisa de ajuda por não ter “recursos para comprar medicamentos e pagar tratamentos hospitalares” na Venezuela.


“Há muitos compatriotas a viver em situações precárias. Seria muito bom se o Governo português pudesse ajudar”, salientou, uma vez que a ajuda da comunidade não consegue dar resposta a todos os pedidos.


A comunidade portuguesa de Carrizal, no estado venezuelano de Miranda, prevê inaugurar, em outubro, a maior réplica local do Santuário de Fátima, em Los Altos Mirandinos, a cerca de 30 quilómetros a sul de Caracas.


O projeto de construção começou em 03 de julho de 2008, com o lançamento da primeira pedra durante uma visita do antigo presidente do Governo Regional da Madeira Alberto João Jardim e do antigo núncio apostólico na Venezuela Giacinto Berloco.


As obras começaram em agosto desse mesmo ano, numa área de construção de 22 mil metros quadrados.



FPG // EJ


Lusa/Fim

Tags

Sem comentários

deixar um comentário