05 Outubro 2022, 12:31

Mais de 500 feridos em sismo no noroeste do Irão

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Mais de 500 pessoas ficaram hoje feridas, a maioria sem gravidade, durante um terramoto de magnitude 5,4 na escala de Richter no noroeste do Irão, divulgaram os meios de comunicação locais.

“O sismo, que atingiu uma profundidade de 10 quilómetros na província do Azerbaijão Ocidental, feriu 528 pessoas, das quais 135 foram hospitalizadas”, disse o governador regional Mohammad Sadegh Motamedian, na televisão estatal iraniana.

O terramoto e as suas réplicas “destruíram 50 casas e danificaram outras 500 em 12 aldeias da província”, acrescentou Motamedian.

A televisão estatal transmitiu vídeos da destruição causada pelo terramoto, que ocorreu por volta das 03:30, no horário local (01:00 em Lisboa).

O porta-voz do serviço de emergência do país, Mojtaba Khaledi, afirmou à televisão estatal que a eletricidade e a água foram cortadas em aldeias “perto das cidades de Salmas e Khoy, próximo ao epicentro do sismo”.

O Irão fica localizado onde várias placas tectónicas se encontram e experimenta atividade sísmica frequente.

O terramoto mais mortal no Irão foi de magnitude 7,4 em 1990, que matou 40.000 pessoas no norte do país, feriu outras 300.000 e deixou meio milhão de desalojados.

Em 2003, um sismo de magnitude 6,6 no sudeste do Irão devastou a antiga cidade de tijolos de barro de Bam e matou pelo menos 31.000 pessoas.

Sem comentários

deixar um comentário