01 Agosto 2022, 11:11

Marítimo vence Penafiel com ‘hat-trick’ de Rodrigo Pinho

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Penafiel, Porto, 23 nov 2020 (Lusa) – O Marítimo qualificou-se hoje para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, após vencer em casa do Penafiel, da II Liga, por 3-2, após prolongamento, numa eliminatória com três grandes penalidades e decidida por Rodrigo Pinho.


O avançado brasileiro e melhor marcador dos insulares, com cinco golos na I Liga, anotou os três tentos da equipa: marcou de grande penalidade aos 31 e 79 minutos, em momentos de desvantagem do Marítimo no marcador, acabando por resolver o jogo já no prolongamento, aos 93, aproveitando um erro defensivo do Penafiel.


As duas equipas foram a jogo com várias alterações nos onzes, incluindo as estreias absolutas de Charles e Rúben Macedo pelo Marítimo, com os locais melhores e mais ligados na primeira parte, que terminou com um golo para cada lado.


Bruno César adiantou o Penafiel de penálti, aos 17 minutos, e Rodrigo Pinho restabeleceu o empate, aos 31, também da marca de grande penalidade, em dois lances que deixaram dúvidas.


O Marítimo melhorou após o intervalo, num registo mais pressionante e promovendo trocas de bola mais rápidas, e até podia ter marcado por Joel, mas seria surpreendido numa transição rápida do Penafiel, aos 58 minutos, através de Simãozinho, que surgiu sem marcação do lado esquerdo, fletiu para o meio e rematou cruzado, batendo Charles pela segunda vez.


Os insulares não se entregaram e Rodrigo Pinho ameaçou o empate aos 70, num ‘chapéu’ de fora da área, mas acabou mesmo por marcar, novamente da marca de grande penalidade, outra vez após falta de Vini, aos 79, ’empurrando’ a eliminatória para o prolongamento, período no qual voltou a fazer a diferença, aos 93, aproveitando um atraso defeituoso de David Santos.


Pela primeira vez em desvantagem, o Penafiel lançou-se no ataque, conseguiu encostar o Marítimo à sua área, mas sem o mesmo perigo que o maritimista Hermes criou aos 99 minutos, quando acertou no poste, num centro-remate.



Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.


Penafiel – Marítimo, 2-2 (2-3 após prolongamento).


Ao intervalo: 1-1.


No final do tempo regulamentar: 2-2


No final do primeiro tempo do prolongamento: 2-3



Marcadores:


1-0, Bruno César, 17 minutos (grande penalidade).


1-1, Rodrigo Pinho, 31 (grande penalidade).


2-1, Simãozinho, 58.


2-2, Rodrigo Pinho, 79 (grande penalidade).


2-3, Rodrigo Pinho, 93.



Equipas:


– Penafiel: Filipe Ferreira, Capela (Leandro, 106), Vini (Pedro Prazeres, 99), David Santos, Paulo Henrique, Simãozinho, Bruno César (Rafa Sousa, 106), Vasco Braga, João Amorim (Coronas, 66), Wagner (Gustavo Henrique, 73) e Ronaldo Tavares (Pedro Soares, 73).


(Suplentes: Luís Ribeiro, Leandro, Coronas, Rafa Sousa, Gustavo Henrique, Pedro Prazeres e Pedro Soares).


Treinador: Pedro Ribeiro.


– Marítimo: Charles, Cláudio Winck, Kerkez, Lucas Áfrico, Hermes, Tamuzo (Correa, 61), Jean Irmer (Rafik Guitane, 77), Pelágio, Rúben Macedo (Jean Cléber, 104), Rodrigo Pinho (Fábio China, 104) e Joel Tagueau (Ali Pour, 61).


(Suplentes: Caio Secco, René Santos, Fábio China, Jean Cléber, Rafik Guitane, Correa e Ali Pour).


Treinador: Lito Vidigal.



Árbitro: André Narciso (AF setúbal).


Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kerkez (03), Charles (16), Jean Irmer (19), Ronaldo Tavares (27), Cláudio Winck (39), Simãozinho (55), Filipe Ferreira (71), Vini (78), Gustavo Henrique (81), Pedro Soares (84) e Capela (105+1).


Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.



CYA // VR


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário