05 Outubro 2022, 16:46

Membro suspenso do COI Ahmad al-Sabah condenado por falsificação

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Genebra, Suíça, 10 set 2021 (Lusa) — O xeque Ahmad al-Fahad al-Sabah, do Kuwait, foi hoje condenado por um crime de falsificação, ligado a uma tentativa de golpe de estado no seu país, colocando em risco a sua posição no mundo do desporto.


Ahmad, que também serve no governo do Kuwait, e quatro outros arguidos foram considerados culpados de falsificação por um tribunal de Genebra, sendo condenado a quase 14 meses de prisão, com mais 15 meses de pena suspensa.


O caso tem mantido em suspenso o trabalho no seio do movimento olímpico, no qual suspendeu o mandato no Comité Olímpico Internacional (COI), tendo também trabalhado no Conselho FIFA (2015-2017), como líder do Conselho Olímpico da Ásia, desde 1991, e presidente da Associação de Comités Olímpicos Nacionais, desde 2012.


Apoiante do atual presidente do COI, Thomas Bach, desde o ano em que foi eleito, em 2013, o xeque, de 58 anos, decidiu “auto suspender-se”, como o organismo olímpico deu conta da sua ausência, em novembro de 2018.



SIF // RPC


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário