08 Setembro 2022, 11:45

Mercedes protesta classificação do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

A escuderia Mercedes protestou hoje a classificação do Grande Prémio de Abu Dhabi de Fórmula 1, última prova da temporada, cuja vitória deu o título de pilotos ao holandês Max Verstappen (Red Bull).

De acordo com informação da própria Fórmula 1, a equipa germânica alega a quebra dos artigos 48.8 e 48.12 do Regulamento Desportivo da Federação Internacional do Automóvel (FIA).

Em causa, uma alegada ultrapassagem de Verstappen ao carro do britânico Lewis Hamilton (Mercedes) enquanto a corrida estava em situação de «safety car», o que impede ultrapassagens, mas, também, a ordem contraditória da direção de corrida sobre o que fazer com os pilotos dobrados.

Inicialmente, a mensagem era para não se alterarem as posições em pista para, depois, dar ordem aos pilotos dobrados para recuperarem a volta de atraso face ao líder e permitir, assim, que Lewis Hamilton e Max Verstappen se reagrupassem em pista a uma volta do final da prova.

Desta forma, as classificações da corrida (e do campeonato), estão suspensas.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário