23 Setembro 2022, 05:31

Migrações: “Open Arms” localiza 45 migrantes à deriva no Mediterrâneo e aguarda autorização resgate

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Roma, 05 fev 2021 (Lusa) — Um navio da organização não governamental (ONG) espanhola “Open Arms” disse que localizou hoje uma embarcação com 45 pessoas, há três dias à deriva no Mediterrâneo central, e aguarda instruções das autoridades italianas para o resgate.


“Estão a salvo, distribuímos coletes e máscaras à espera de instruções das autoridades de Itália”, indicou a “Open Arms” no Twitter, ao indicar que entre os migrantes se encontram duas mulheres, uma delas grávida.


Previamente, a ONG espanhola tinha localizado “após uma intensa busca e inspeção desde ontem [quinta-feira] aos barcos na zona”, uma embarcação que levava a bordo 74 pessoas “e que finalmente foram resgatadas e transportadas para Lampedusa na passada madrugada. Era uma casca em alto mar”.


Cerca de 470 migrantes chegaram nas últimas horas e por meios próprios a esta ilha italiana, segundo os media locais.


Entre eles, encontravam-se as 74 pessoas que a “Open Arms” procurava há várias horas.


O barco “Ocean Viking” da organização humanitária francesa SOS Méditerranée, com mais de 400 migrantes a bordo, também aguarda um porto para desembarcar, após ter hoje resgatado cerca de 180 pessoas que viajavam à deriva em dois botes pneumáticos a cerca de 40 milhas da costa líbia.


Segundo a ONG francesa, na primeira embarcação resgatada esta manhã encontravam-se 70 homens, incluindo uma dezena de menores. Pouco depois, foi avistado outro bote pneumático em perigo, com 116 homens, mulheres e crianças.


O “Ocean Viking”, que na quinta-feira tinha resgatado 237 migrantes, aguarda agora autorização para poder atracar.


O bom estado do mar tem permitido a saída a partir das costas líbias de dezenas de embarcações com migrantes.



PCR // ANP


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário