27 Janeiro 2022, 00:09

Ministra da Saúde considera novas medidas proporcionais à fase que o País atravessa

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

A ministra da Saúde, Marta Temido, considerou hoje que as novas medidas de combate à pandemia da Covid-19 anunciadas ontem pelo Governo são proporcionais à fase que o País atravessa.

“Procurámos tomar medidas que, afetando o menos possível a vida e a normalidade de todos, pudessem ter o efeito pretendido de aumento da perceção do risco e incentivo às medidas não farmacológicas de controlo da transmissão”, disse a governante.

Segundo Marta Temido, que falava aos jornalistas em Coimbra no final de uma deslocação ao Instituto Português de Oncologia (IPO), onde inaugurou o novo acelerador linear e visitou a empreitada do novo edifício de cirurgia e imagiologia, as medidas adicionais tomadas pelo Governo relativas a viagens e disponibilização de meios “são essenciais também” para o controlo da transmissão da doença.

O Governo anunciou ontem novas medidas para responder ao agravamento da pandemia de Covid-19 em Portugal, com o regresso da obrigatoriedade do uso de máscara, o reforço da testagem e uma semana de contenção no início de janeiro.

Sem comentários

deixar um comentário