08 Dezembro 2022, 00:44

Ministra do Interior britânica Priti Patel demite-se após vitória de Liz Truss

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Londres, 05 set 2022 (Lusa) – A ministra do Interior, Priti Patel, anunciou hoje a sua demissão do Governo britânico, informando que irá regressar à bancada parlamentar enquanto deputada quando Liz Truss suceder a Boris Johnson como primeira-ministra.


“Felicito Liz Truss por ter sido eleita a nossa nova líder, e dar-lhe-ei o meu apoio como a nossa nova primeira-ministra. É minha escolha continuar o meu serviço público ao país e ao círculo eleitoral de Witham a partir das bancadas logo que Liz assuma formalmente o cargo e seja nomeado um novo ministro do Interior”, disse.


A imprensa britânica tem especulado que Patel, próxima de Boris Johnson, não será reconduzida, e que será substituída pela procuradora-geral, Suella Braverman.


Patel, em funções desde 2019, foi criticada por não conseguir controlar as travessias irregulares do Canal da Mancha, entre França e o Reino Unido.


Desde o início do ano em curso, 22.670 migrantes chegaram de forma irregular à costa britânica, quase o dobro do registado na mesma altura em 2021.


O secretário de Estado sem pasta Nigel Adams também se demitiu, para que “a nova primeira-ministra possa escolher uma equipa baseada em quem ela quer em vez de quem ela herda”. 


Por sua vez, o candidato derrotado, Rishi Sunak, que não espera obter um lugar no Governo, negou a intenção de se retirar da política e manifestou a vontade de se recandidatar nas próximas eleições legislativas, previstas para 2024. 


“Sou muito dedicado aos meus eleitores em North Yorkshire (…) e enquanto eles me aceitarem, tenciono continuar a servi-los não só no futuro imediato, mas também nas próximas eleições”, afirmou o antigo ministro das Finanças à estação pública BBC.


A ministra dos Negócios Estrangeiros cessante foi declarada hoje a vencedora da corrida à liderança do Partido Conservador, com 57% dos votos, contra o antigo ministro das Finanças Rishi Sunak, embora com uma vantagem menor do que indicavam as sondagens. 


Liz Truss, de 47 anos, será a terceira mulher primeira-ministra do Reino Unido, após Margaret Thatcher e Theresa May, e a quarta política a ocupar o cargo em seis anos.


O primeiro-ministro cessante Boris Johnson informará a rainha Isabel II na terça-feira da demissão do cargo e a monarca indigitará Liz Truss e pedir-lhe-á que forme Governo enquanto líder do partido com maioria parlamentar.


As audiências terão lugar no Castelo de Balmoral, no norte da Escócia, onde a rainha se encontra, rompendo com a tradição de acontecer no Palácio de Buckingham, tendo um porta-voz da monarca de 96 anos invocado problemas de mobilidade para evitar a viagem até Londres.  



BM // SCA 


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário