06 Dezembro 2022, 18:46

Ministro da Educação visitou Escolas de Gaia para “celebrar o trabalho feito” e mostrou-se “emocionado”

Veja a Galeria de Fotos

É um dia especial por podermos estar aqui a celebrar este trabalho realizado em parceria com a Câmara de Gaia e o Ministério da Educação. Este projeto começou há três anos e é importante homenagear esta escola, todos os professores, diretores funcionários e alunos. Estamos aqui para celebrar uma nova vida desta escola, é quase como se fosse um livro novo. Hoje é dia para podemos homenagear o trabalho feito e também a Câmara Municipal de Gaia.

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, acompanhado pela Secretária de Estado da Educação, visitou hoje (dia 4) três escolas no concelho de Gaia que foram alvo de obras de reabilitação, comparticipadas pelo Programa Operacional Regional do Norte 2020, pelo Ministério da Educação e pela Câmara de Gaia.

Na inauguração das obras na Escola Básica Dr. Costa Matos, Tiago Brandão Rodrigues definiu este como um dia especial “por podermos estar aqui a celebrar este trabalho realizado em parceria com a Câmara de Gaia e o Ministério da Educação. Este projeto começou há três anos e é importante homenagear esta escola, todos os professores, diretores funcionários e alunos. Estamos aqui para celebrar uma nova vida desta escola, é quase como se fosse um livro novo. Hoje é dia para podemos homenagear o trabalho feito e também a Câmara Municipal de Gaia”.

Já o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, que também acompanhou o percurso pelas três escolas, juntamente com a vereadora da Educação, Marina Mendes, sublinhou que esta era uma visita marcada há algum tempo, uma vez que estas requalificações foram planeadas há três anos.

“Era uma visita e não uma inauguração. Estamos aqui a fazer esta visita e do lado do município há esta vontade de marcar o momento. Gaia assinou há três anos e meio uma parceria com o Ministério Educação para desenvolver obras de requalificação em três escolas”, indicou.

O autarca, em forma de balanço, sublinhou que o concelho foi além da responsabilidade. “Começamos pelas obras de reabilitação e reequipamos a escola de mobiliário. Construímos espaços novos, como a sala dos professores, retiramos o amianto, retiramos o mobiliário antigo em madeira. Somos capazes de fazer mais do que são as nossas competências. Temos pela frente novos caminhos comuns, trabalho em rede entre os municípios, Gaia e o Ministério”, destacou Eduardo Vítor Rodrigues.

Pedro e Leonor são alunos da Escola Básica Dr. Costa Matos e deixaram claro que as obras de requalificação da escola que tão bem os acolheu foram uma mais-valia já que “os telhados eram perigosos e deixaram de ter amianto”. Os alunos mencionaram que há um maior aconchego nas salas de aulas e que, em geral, as condições são muito melhores, o que é fulcral para a aprendizagem e qualidade de ensino.

Em Valadares o sonho tornou-se realidade

 

A comitiva seguiu para a Escola Básica de Valadares cujas obras eram um sonho de há décadas para a Diretora do Agrupamento, Fernanda Ferrão.

“Esta escola sempre foi um problema para nós. Agora conseguimos o que podem ver, um sonho antigo tornado realidade. Durante muitos anos, cada inverno era um inferno, porque chovia e entrava muito frio pelas janelas. Era impossível dar aulas nessas condições”, frisou.

O presidente da Câmara de Gaia também defendeu que as obras na escola básica de Valadares eram estritamente necessárias, dado o arrastar de problemas.

“Vivíamos numa situação limite aqui em Valadares, em termos de infraestruturas, e também nas outras duas escolas. Esta é a forma que temos de prestar homenagem a quem aqui trabalha e mostrar que queremos o melhor para as escolas”, salientou.

Foi durante a visita à Escola de Valadares que Eduardo Vítor Rodrigues anunciou estar a preparar, com a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, a descentralização da Educação.

“Estamos a preparar com a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares o quadro da descentralização das competências e que queremos assumir como um compromisso fundamental para que se transforme num instrumento de reforço da autonomia dos agrupamentos e de reforço das próprias escolas. Eu sei que há esse receio, mas não é propósito do município assumir a descentralização para criar uma espécie de ministério da educação municipal ou um modelo de municipalização que afogue os agrupamentos. É precisamente o contrário.  Temos todas as condições para que se possa reforçar a autonomia dos agrupamentos”, defendeu o autarca.

Na última escola visitada, a Escola Sophia de Mello Breyner, em Arcozelo, o Ministro da Educação revelou estar visivelmente emocionado com o que encontrou.

“Vou daqui emocionado, enternecido com o que encontrei. Hoje temos uma escola muito melhor do que tínhamos. Aqui em Gaia levam vantagem, porque existe uma autarquia com um caminho feito”, concluiu Tiago Brandão Rodrigues.

 

 

Fotos: Amândia Queirós

Sem comentários

deixar um comentário