19 Setembro 2021, 15:32

Ministro dos Negócios Estrangeiros turco inicia visita à Grécia com deslocação à Trácia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Atenas, 30 mai 2021 (Lusa) — O ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu, iniciou hoje uma visita à Grécia com uma deslocação não oficial ao norte da Trácia, onde reside uma grande parte da minoria muçulmana grega.


Na região a norte da Trácia, na fronteira com a Turquia, habita uma minoria muçulmana que Atenas considera grega e Ancara turca.


Cavusoglu chegou de avião oficial à cidade grega de Alexandrópolis e seguiu para a cidade de Komotini, na Trácia.


“Na Grécia para encontrar membros da minoria turca na Trácia Ocidental e discutir nossas relações bilaterais”, escreveu Cavusoglu na rede social Twitter.


A menção do ministro a “minoria turca” é sensível em termos diplomáticos, uma vez que a Grécia reconhece a minoria como religiosa, enquanto a Turquia se refere como uma minoria étnica turca.


Cavusoglu reuniu-se com os dois muftis das cidades de Komotini e Xanthi, aprovados pela Turquia, mas que a Grécia não reconhece.


O ministro turco visitou ainda o túmulo de Sadik Ahmet, político pró-turco, eleito para o parlamento grego em 1989.


Mevlut Cavusoglu também realizou uma visita a uma escola que tem como patrono o ex-presidente turco Celâl Bayar.


Após a visita à escola, o ministro turco disse que pretende “trazer à tona os assuntos dos direitos da minoria turca na Trácia ocidental”, quando se reunir com as autoridades gregas.


A parte oficial da agenda de Cavusoglu está marcada para segunda-feira, com uma reunião com o homólogo grego, Nicos Dendias, e com o primeiro-ministro, Kyriakos Mitsotakis.


Segundo a agência Associated Press, os dois países esperam que a visita seja discreta para evitar as tensões que decorreram da visita de Dendias a Ancara em abril.


A comunidade da região norte da Trácia esteve precisamente no centro de uma disputa verbal entre os dois ministros dos Negócios Estrangeiros, durante uma conferência de imprensa, em abril, no seguimento de um encontro entre ambos em Ancara.


Çavusoglu fez questão de falar da minoria turca perante o seu convidado, que o corrigiu publicamente dizendo que se tratava de uma minoria grega muçulmana, conforme consta do Tratado de Lausanne, de 1923, que reconheceu a nova República da Turquia, sucessora do extinto Império Otomano.


O visita do ministro dos Negócios Estrangeiros turco é antecedida de um encontro, marcado para meados de junho, entre o primeiro-ministro grego Mitsotakis e o Presidente turco Recep Tayyip Erdogan.


Atualmente, o principal foco do conflito entre os dois países vizinhos é precisamente a delimitação das respetivas zonas económicas exclusivas no Mediterrâneo oriental.


Nos últimos cinco anos, o diálogo entre os dois países foi suspenso e as relações bilaterais deterioraram-se até atingirem em 2020 o pior nível dos últimos 25 anos.


No entanto, a Grécia e a Turquia retomaram as negociações em janeiro deste ano, após um intenso esforço diplomático do secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, e da chanceler alemã, Angela Merkel.



RPYP (RCS)// LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário