24 Outubro 2021, 17:45

MNE holandesa demite-se devido a gestão da retirada de civis do Afeganistão

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Haia, 16 set 2021 (Lusa) — A ministra dos Negócios Estrangeiros holandesa, Sigrid Kaag, demitiu-se hoje, após a aprovação de uma moção de censura ao seu Governo devido à forma como geriu a retirada de civis do Afeganistão quando os talibãs tomaram o poder.


Num debate parlamentar realizado na quarta-feira à noite, Kaag reconheceu que a resposta lenta ou confusa do Governo aos alertas sobre a situação no Afeganistão teve como consequência que alguns funcionários locais e pessoas que trabalharam como intérpretes para as tropas holandesas no país não foram de lá retirados.


Depois de a câmara baixa do parlamento ter hoje aprovado a moção de censura, a ministra de imediato declarou que apresentava a demissão, afirmando que o parlamento decidira “que o executivo agiu irresponsavelmente”.


“Só me resta aceitar as consequências desta avaliação, como a ministra com a responsabilidade final”, acrescentou.


Sigrid Kaag ocupou o cargo de chefe da diplomacia num Governo interino holandês em exercício enquanto decorrerem as negociações para formar uma nova coligação de Governo, após as eleições gerais realizadas em março na Holanda.



ANC // PMC


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário