15 Maio 2022, 00:56

Moçambique/Ataques: Chefe de Estado revela que Maputo está a receber apoio do Uganda

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Maputo, 27 abr 2022 (Lusa) — O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, revelou hoje que Moçambique está a receber apoio logístico do Uganda no combate aos grupos rebeldes que têm aterrorizado a província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique.


“Uganda já está a apoiar Moçambique logisticamente e de forma muito profunda. O que nós viemos fazer aqui é agradecer”, declarou o chefe de Estado moçambicano.


Filipe Nyusi falava em Kampala durante um encontro com o Presidente ugandês, Yoweri Museveni, no âmbito de uma visita de três dias que realiza desde hoje ao Uganda.


O apoio logístico que o Uganda disponibilizou para Moçambique fazer face ao terrorismo está a ser usado para reforçar as capacidades das forças locais, que são maioritariamente compostas por antigos combatentes da luta de libertação nacional contra o regime colonial português e da guerra civil dos 16 anos.


“[Moçambique agradece] em nome dos veteranos da luta de libertação, que o Presidente Museveni os conhece muito bem”, declarou Filipe Nyusi, sem avançar mais detalhes sobre o apoio que Kampala está a prestar a Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado.


A província de Cabo Delgado é rica em gás natural, mas aterrorizada desde 2017 por rebeldes armados, sendo alguns ataques reclamados pelo grupo extremista Estado Islâmico.


Há 784 mil deslocados internos devido ao conflito, de acordo com a Organização Internacional das Migrações (OIM), e cerca de 4.000 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED.


Desde julho de 2021, uma ofensiva das tropas governamentais, com o apoio do Ruanda e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), permitiu recuperar zonas onde havia presença de rebeldes.



EYAC // LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário