20 Janeiro 2022, 11:43

Moçambique/Ataques: Forças locais abatem quatro insurgentes – testemunhos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Pemba, Moçambique, 06 dez 2021 (Lusa) – Forças locais de segurança no distrito de Macomia, Cabo Delgado, norte de Moçambique, abateram hoje quatro pessoas que se presumem ser rebeldes após um tiroteio que se prolongou durante cinco horas, segundo testemunhos de residentes.


O confronto aconteceu de madrugada na zona de Nkoé, a 30 quilómetros da aldeia de Nova Zambézia, distrito de Macomia, ao longo da estrada nacional 380, referiram.


O local foi o mesmo onde desconhecidos atacaram casas na noite de sexta-feira, queimando 15 habitações construídas com material precário.


“Hoje houve troca de tiros e nós já não temos medo de morrer”, disse fonte local na língua shimakonde, uma das faladas pela população atingida pela violência no centro de Cabo Delgado. 


“Morreram quatro terroristas”, acrescentou.


Ainda de acordo com residentes, no local foram recuperadas quatro armas de fogo do tipo AK-47 e do lado do grupo abatido estava um jovem da aldeia de Nova Zambézia que a população classificava como espião.


“Abatemo-lo porque fomos descobrir que o jovem era usado como olheiro e matou muita gente nas matas”, acrescentou uma das fontes.


A província de Cabo Delgado é rica em gás natural, mas aterrorizada desde outubro de 2017 por rebeldes armados sendo alguns ataques reclamados pelo grupo extremista Estado Islâmico. 


O conflito já provocou mais de 3.100 mortes, segundo o projeto de registo de conflitos ACLED, e mais de 817 mil deslocados, de acordo com as autoridades moçambicanas.


Desde julho, uma ofensiva das tropas governamentais com apoio do Ruanda a que se juntou depois a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral “SADC”, permitiu aumentar a segurança, recuperando várias zonas onde havia presença de rebeldes, nomeadamente a vila de Mocimboa da Praia, que estava ocupada desde agosto de 2020.



RYCE // JH


Lusa/fim


 

Sem comentários

deixar um comentário