29 Janeiro 2022, 13:24

Moçambique espera ter mais 100 médicos formados em Cuba até 2024

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Maputo, 24 dez 2021 (Lusa) — O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique espera ter mais 100 médicos formados em Cuba até 2024, resultado de um acordo de cooperação formalizado na quarta-feira entre os dois países, foi hoje anunciado.


O programa começou em 2018 e, até agora, pelo menos 33 estudantes moçambicanos estão em formação em instituições cubanas, indica uma nota avançada hoje pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique.


O objetivo é garantir que até 2024 um total de 100 estudantes moçambicanos tenham sido formados em cursos de medicina Geral cubanos, no âmbito de uma parceria lançada em 2017, durante uma visita do presidente moçambicano, Filipe Nyusi, a Cuba.


O acordo foi formalizado e atualizado na quarta-feira pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique e pela Comercializadora dos Serviços Médicos cubanos em Havana.


“Refira-se que a cooperação com a República de Cuba data desde a luta de libertação nacional, depois da independência. Milhares de jovens moçambicanos beneficiaram de formação em várias áreas de conhecimento em Cuba”, conclui a nota do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique.



EYAC // NS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário