04 Dezembro 2021, 23:28

Mostra de Cinema de São Paulo começa hoje com muito cinema português no programa

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 21 out 2021 (Lusa) – Mais de dez filmes portugueses, uma retrospetiva dedicada a Paulo Rocha e a estreia de uma longa-metragem sobre o ex-imperador Pedro I integram a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que começa hoje no Brasil.


A 45.ª edição, que decorrerá nas salas de cinema de São Paulo e também ‘online’, acolherá a estreia mundial de “A viagem de Pedro”, produção luso-brasileira assinada por Laís Bodanzky, sobre a saída do imperador Pedro I do Brasil em 1831, rumo a Portugal.


O filme, que é protagonizado pelo ator brasileiro Cauã Reymond e conta com elenco português, foi rodado parcialmente em Portugal, com produção de O Som e a Fúria, e chegará aos cinemas portugueses em 2022, quando se assinalarem os 200 anos da independência do Brasil.


No festival paulista serão ainda mostrados filmes portugueses já exibidos noutros festivais, como “A arte da memória”, de Rodrigo Areias, “Listen”, de Ana Rocha de Sousa, “Simon Chama”, de Marta Sousa Ribeiro, e “No táxi do Jack”, de Susana Nobre.


A eles juntam-se ainda “Amor Fati”, de Cláudia Varejão, “Visões do império”, de Joana Pontes, “No país de Alice”, de Rui Simões, e “Os diários de otsoga”, de Maureen Fazendeiro e Miguel Gomes.


Apenas um filme português está integrado na competição “Novos Diretores”, dedicada a primeiras e segundas obras: “Mar infinito”, obra de ficção científica do realizador Carlos Amaral.


A Mostra Internacional de Cinema em São Paulo prestará também homenagem “à carreira inquieta e sempre em transformação” do cineasta português Paulo Rocha, programando sete filmes, entre os quais “Os verdes anos” (1963) e “Se eu fosse ladrão… roubava” (2013).


A propósito desta retrospetiva, o festival apresentará ainda o documentário “A Távola de Rocha”, de Samuel Barbosa, que aborda os processos criativos do cineasta que marcou o Novo Cinema português.


A Mostra Internacional de Cinema em São Paulo estender-se-á até 03 de novembro.



SS // TDI


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário