16 Agosto 2022, 15:32

Nova Iorque aprova lei para restringir uso de armas de fogo em espaços públicos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O estado de Nova Iorque restringiu o uso de armas de fogo em espaços públicos, depois de na passada semana, o Supremo Tribunal ter permitido o transporte de armas em público, em todo o país.

Aprovada na sexta-feira, a nova lei restringe o porte de armas de fogo em teatros, parques, estádios, locais de reunião de crianças, centros de cuidados, zoológicos, universidades, centros de saúde, lares de idosos, abrigos de violência doméstica, casas de culto, hospitais e metro, entre outros.

Também em propriedades privadas, como bares, restaurantes ou residências, a menos que o proprietário permita publicamente armas de fogo.

Os legisladores republicanos do estado votaram contra a lei.

As duas câmaras reuniram-se, na sexta-feira em Albany, sede do governo do estado, na sequência de um apelo da governadora, Kathy Hochul, que disse esperar assinar o projeto de lei “o mais rapidamente possível”.

Na passada semana, o Supremo Tribunal declarou inconstitucional uma proibição centenária de Nova Iorque de exibir armas de fogo em público, numa altura em que o país enfrenta uma onda de violência armada.

As medidas votadas agora pela legislatura do estado, de maioria democrata, também incluem novas condições para a obtenção de uma licença de porte de arma, incluindo a exigência de 16 horas de treino de manuseamento de armas e duas horas de treino num campo de tiro, de acordo com o jornal The New York Times.

O diploma estabelece também novos requisitos de armazenamento de armas de fogo nas residências e nos veículos e penas até quatro anos de prisão por violação das medidas.

Sem comentários

deixar um comentário