08 Setembro 2022, 23:41

MAI abre inquérito a detenção com uso de força por agentes da PSP em Lisboa

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O ministro da Administração Interna determinou hoje a abertura de um inquérito a uma ocorrência envolvendo dois polícias que, segundo a PSP, “recorreram ao uso da força” na detenção de um cidadão, no sábado, no Bairro Alto, em Lisboa.

Em comunicado, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, refere que determinou à Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de um processo de inquérito “para apuramento dos factos relacionados com a ocorrência policial verificada no passado dia 13 de agosto, na Travessa da Boa Hora, em Lisboa, envolvendo dois elementos da Polícia de Segurança Pública, no âmbito da identificação de um cidadão suspeito de estar a causar perturbação da ordem e tranquilidade públicas”.

O despacho determina ainda à Direção Nacional da PSP que transmita à IGAI todos os elementos do processo que instaurou, referentes ao apuramento daqueles factos.

A PSP já tinha já anunciado abertura de um processo de inquérito à ocorrência.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa indicou que uma patrulha foi informada no sábado, pelas 19:40, de que se encontrava na Travessa da Boa Hora um homem com um “comportamento agressivo” para com os cidadãos que por lá passavam, “ameaçando-os e causando-lhes receio”.

De acordo com o comando metropolitano, os agentes deslocaram-se ao local e abordaram o suspeito, “tendo este uma atitude agressiva para os polícias e negando identificar-se”.

Tendo em conta que os agentes esgotaram “todos os pressupostos legais” para identificar o homem, este foi informado de que iria ser conduzido à esquadra, altura em que o suspeito, de acordo com a PSP, terá ficado “mais agressivo”, negando acompanhar os polícias.

O homem, acrescentou a força de segurança, terá tentado escapar e impedir a ação policial “utilizando ferros com intenção” de agredir os agentes.

“Os polícias recorreram ao uso da força, incluindo através de bastão policial e, já manietado, conduziram o suspeito à esquadra, onde foi identificado, tendo saído daquela subunidade pelas 22:00”, indicou a PSP.

“Para o esclarecimento cabal do ocorrido vai ser instaurado um processo de inquérito”, era ainda referido na nota da PSP, que indicava que a ocorrência foi gravada num vídeo que circula nas redes sociais.

No vídeo, que foi inicialmente reproduzido na rede social Twitter, pode ver-se um homem no chão a ser manietado por dois agentes que usam o cassetete para o imobilizar e deter. Um deles chega a colocar o joelho no pescoço do homem.

Sem comentários

deixar um comentário