12 Agosto 2022, 12:44

Número de migrantes a entrar irregularmente em Espanha aumenta 79,4%

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Madrid, 16 fev 2022 (Lusa) — Um total de 6.360 migrantes chegaram irregularmente a Espanha entre 01 janeiro e 15 de fevereiro, mais 79,4% em relação ao mesmo período do ano passado, disseram hoje as autoridades espanholas.


No primeiro mês e meio de 2022, os migrantes chegaram na maioria por via marítima (6.243), 95,6% mais do que no mesmo período do ano passado.


De acordo com o último relatório do Ministério do Interior espanhol, hoje divulgado, as Ilhas Canárias concentraram a maior parte destas chegadas irregulares. Desde o início deste ano, 4.753 pessoas entraram no arquipélago em 101 barcos, o que representa um aumento de 116,3% em relação a 2021.


O afluxo de migrantes por via marítima para a região continental espanhola e as Ilhas Baleares também aumentou: mais 50,6% em relação a 2021, com um total de 1.437 pessoas (mais 483).


Da mesma forma, o balanço do Ministério Interior espanhol mostra que entre 01 de janeiro e 15 de fevereiro, 34 pessoas entraram em Melilla por mar em três barcos, enquanto no mesmo período de 2021 não houve registos.


O que diminuiu neste período de um mês e meio de 2022 foi o número de pessoas que entraram em Ceuta por via marítima, de acordo com o relatório das autoridades espanholas, que detalha que 19 migrantes (em três barcos) chegaram à cidade autónoma espanhola, contra 40 que o fizeram no mesmo período de 2021.


As entradas terrestres nas cidades autónomas também sofreram um decréscimo no primeiro mês e meio deste ano em relação a 2021: 50 pessoas chegaram a Melilla (menos 68,4%) e 67 conseguiram entrar em Ceuta (menos 66%).



CSR // PDF


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário