05 Julho 2022, 03:45

Obras na estação ferroviária das Devesas em Gaia arrancam no final do ano

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

As obras na estação das Devesas, em Gaia, no âmbito da modernização da linha do Norte, arrancarão no final do ano, estando a futura interligação com o Metro do Porto “a ser analisada”, segundo a Infraestruturas de Portugal (IP).

“Os trabalhos incluídos na empreitada da ‘Renovação Integral de Via e Desnivelamentos do troço Espinho – Gaia’ estão previstos iniciar no final de 2022”, revelou hoje a IP em respostas à Lusa.

Já a “interligação com a futura estação da Linha Rubi está a ser analisada em articulação com o Metro do Porto”, adiantou a mesma fonte.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Em resposta à agência Lusa, fonte oficial da Metro do Porto confirmou hoje que, no âmbito da construção da linha Rubi (Santo Ovídio – Casa da Música), que ligará Vila Nova de Gaia e Porto através de uma nova ponte, haverá “um interface com a estação das Devesas, na linha do Norte”.

De acordo com a mesma fonte, a estação de metro das Devesas será subterrânea, contará com uma passagem inferior sob a linha do Norte, e “terá um mezanino que faz o interface direto” com o serviço ferroviário.

Segundo os mapas da linha Rubi divulgados até hoje pela Metro do Porto, a estação de metro das Devesas ficará a poente do edifício principal da estação ferroviária.

Assim, a interligação com o metro não avançará já nesta empreitada, que prevê a construção de uma passagem inferior pedonal (PIP) a nascente do edifício principal e o alargamento e alteamento de plataformas, “substituição integral dos abrigos” e “a remodelação de toda a área da estação”, mas não do edifício principal, segundo os documentos do projeto consultados pela Lusa.

O cais de passageiros mais estreito, que serve atualmente as linhas I e III, será alargado para até 7,5 metros, de acordo com os documentos, o que obrigará a que a plataforma atualmente existente seja “demolida na sua totalidade, quer no que respeita a muros e bordaduras de cais, a pavimentos e rampas, quer no que respeita a abrigos e a coberturas existentes”.

Quanto à construção da passagem inferior pedonal, que servirá para suprimir a atual passagem à superfície, “terá de ser acompanhada da eliminação da atual linha III”, que “passará a ocupar o espaço da linha IV, permitindo alargar a plataforma”, segundo os mesmos documentos.

O projeto faz parte da modernização do troço da Linha do Norte entre Espinho e Gaia, no âmbito do programa Ferrovia 2020, adjudicado por 55,3 milhões de euros, cujas obras em várias estações e apeadeiros em Vila Nova de Gaia condicionam atualmente a ciruculação ferroviária.

Sem comentários

deixar um comentário