09 Setembro 2022, 08:31

Pelo menos oito mortos em operações da polícia na cidade brasileira de Curitiba

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Pelo menos oito pessoas morreram hoje durante trocas de tiros em duas operações da polícia na cidade de Curitiba, no sul do Brasil, segundo informações divulgadas pelas autoridades locais.

As oito mortes, confirmadas pela Polícia Militar do Paraná, ocorreram durante patrulhamentos de agentes de elite e aconteceram quase simultaneamente em dois bairros de Curitiba.

De acordo com a Polícia Militar, duas mortes foram registadas no bairro da Caximba, quando um grupo criminoso que atuava na região pretendia executar um ex-integrante que se havia juntado a outra organização criminosa rival.

Durante a ação, dois suspeitos morreram. Foram apreendidos dois revólveres e um carro, sobre o qual havia uma denúncia por suposto transporte de armas.

Quase simultaneamente, no bairro do Cajuru, outra patrulha da polícia especializada, com apoio dos serviços de inteligência regionais, localizou um carro roubado numa residência cujos ocupantes foram baleados pela polícia.

Seis pessoas morreram na ação e as autoridades informaram que apreenderam seis armas de fogo, dois coletes à prova de bala e oito pacotes de maconha.

As identidades dos suspeitos não foram divulgadas e os corpos foram transferidos para o Instituto de Medicina Legal (IML) onde devem ser identificados por familiares.

Sem comentários

deixar um comentário