08 Dezembro 2021, 13:59

Pinto da Costa diz que FC Porto vai recorrer de castigo de Sérgio Conceição

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O presidente do FC Porto revelou que os «dragões» vão recorrer da suspensão de 21 dias aplicada pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao treinador Sérgio Conceição.

Pinto da Costa alega que tudo o que o treinador disse, no final do encontro com o Moreirense, a contar para a jornada 29.ª da Primeira Liga, foi já depois de ter levado cartão vermelho.

“Antes de vir para aqui estava a ver no telemóvel as notícias e há um jornal que diz que são as palavras que levaram Sérgio Conceição a ser castigado 21 dias. Antes de chegar ao árbitro, Sérgio Conceição leva o cartão vermelho. Tudo o que ele disse, e não vou pôr em causa o que está escrito, o que quer que seja, pois sei que disse algumas coisas, é depois de ter levado o cartão vermelho”, afirmou em declarações ao Porto Canal.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O dirigente prosseguiu: “Quando se ia a dirigir ao árbitro, as palavras do Sérgio foram: ‘Ó Hugo, dois penáltis?’ E ele leva um cartão vermelho. Ele até só falou em dois penáltis. E exibiu-lhe o cartão vermelho. Foi expulso pela quarta vez e empatou com o treinador do Sporting. As palavras são justificativas para o castigo, mas o cartão vermelho é referente ao que ele disse antes.”

“O FC Porto vai ser notificado e vai mesmo recorrer para o Conselho de Disciplina, como fez o Sporting. Nesse caso, o plenário reuniu na sexta-feira. Fico a aguardar. Já alertei o presidente da Federação que quero o mesmo tratamento, embora ele, como é habitual e característico, diga sempre que não é nada com ele, porque os conselhos são independentes. Mas alertei-o. Quero o mesmo tratamento do Sporting, castigado num dia e no dia seguinte o plenário reuniu”, concluiu.

O treinador do FC Porto foi suspenso por 21 dias, na sequência dos protestos dirigidos ao árbitro Hugo Miguel, após o Moreirense-FC Porto, anunciou hoje o CD da FPF.

Sérgio Conceição foi expulso depois do final da última partida, que terminou com um empate 1-1, por “lesão da honra e reputação” de Hugo Miguel, conforme se pode ler no comunicado do CD da FPF.

Desta forma, o treinador vai estar ausente do banco dos «dragões» nas próximas quatro jornadas, nos jogos com Famalicão (30.ª), Benfica (31.ª), Farense (32.ª) e Rio Ave (33.ª), voltando a dirigir a equipa apenas na derradeira ronda da prova, diante do Belenenses SAD.

Além dos 21 dias de suspensão, Sérgio Conceição foi igualmente punido com uma multa de 10.200 euros.

Pinto da Costa alega que não viu agressões a repórter de imagem

O dirigente portista comentou também o caso da agressão a um repórter de imagem da TVI após o jogo em Moreira de Cónegos.

“Perguntei se havia algum problema e fui embora. Apercebi-me depois de uma confusão e verifiquei que era o Pedro Pinho. O que vi foi ele a querer tirar a câmara e tapar a câmara ao repórter, que era da TVI, segundo me disseram. Eu não vi nenhuma agressão ainda e não vi ainda nenhuma imagem do Pedro Pinho a agredir alguém. Não digo que houve ou não. Eu não vi ainda nenhuma imagem em que se veja a agredir aquele senhor, que fique já esclarecido, apenas a tentar tirar a câmara e a tapar. Mas censuro qualquer ato de violência, assim como o FC Porto, e não posso aceitar”, explicou Pinto da Costa.

 

Sem comentários

deixar um comentário