19 Setembro 2021, 03:50

PM esloveno acusa comissária do Conselho Europeu dos Direitos Humanos de mentir

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Liubliana, 07 jun 2021 (Lusa) — O primeiro-ministro esloveno, o populista de direta, Janez Jansa, acusou hoje a comissária para os Direitos Humanos do Conselho da Europa, Dunja Mijatovic, de mentir nas suas críticas sobre a liberdade de imprensa na Eslovénia.


“Infelizmente, Dunja Mijatovic faz parte da rede de notícias falsas. Bem paga com o nosso dinheiro”, escreveu Jansa no Twitter, destacaram hoje os meios de comunicação de Liubliana.


Em comunicado lançado na sexta-feira, Mijatovic criticou o Governo de Jansa, que em julho assume a presidência rotativa da União Europeia, pela deterioração da liberdade de imprensa na pequena república de dois milhões de habitantes.


Mijatovic lamentou especialmente as medidas tomadas pelo Governo de Jansa contra a independência da radiotelevisão pública RTVSlo e da agência de notícias STA, à qual cortou o financiamento e está à beira da falência.


Jansa, um admirador do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, e do ex-Presidente norte-americano Donald Trump, usa o Twitter para criticar e insultar jornalistas, políticos e juízes com quem discorda.


Nas suas mensagens, classificou duas jornalistas da televisão pública como “prostitutas” e descreveu a organização internacional Repórteres Sem Fronteiras como “Mentirosos Sem Fronteiras”, entre vários outros exemplos.



AXYG // PMC


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário