08 Dezembro 2022, 03:37

‘Pole’ histórica da Aprilia em MotoGP e Miguel Oliveira em 16.º

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Termas de Rio Hondo, Argentina, 02 abr 2022 (Lusa) — O piloto português Miguel Oliveira (KTM) qualificou-se hoje na 16.ª posição para o Grande Prémio da Argentina de MotoGP, terceira prova do Mundial de Velocidade, num dia em que o espanhol Aleix Espargaró deu a primeira ‘pole’ à Aprilia.


Depois da anulação dos treinos livres de sexta-feira, os pilotos tiveram hoje um programa mais preenchido, com duas sessões antes da habitual qualificação.


Miguel Oliveira começou o dia com um sétimo lugar na primeira sessão de treinos livres e, na segunda sessão do dia, o piloto de Almada esteve praticamente sempre entre os dez mais rápidos, à exceção dos últimos segundos, em que foi relegado para a 11.ª posição pelo italiano Luca Marini (Ducati), irmão do antigo piloto Valentino Rossi, por apenas nove milésimas de segundo.


Os dez mais rápidos do conjunto das duas sessões garantiam um lugar diretamente na Q2, a fase decisiva da qualificação.


Obrigado a ir à Q1 por apenas nove milésimas, Miguel Oliveira acabou por ser apenas o sexto mais rápido, o que lhe vale o 16.º lugar da grelha de partida, com o tempo de 1.38,871 minutos.


Da primeira posição sairá o espanhol Aleix Espargaró, que fez a melhor volta em 1.38,501 minutos, conquistando a primeira ‘pole position’ para a Aprilia na categoria rainha do Mundial de Velocidade.


O piloto espanhol já não conquistava uma ‘pole’ desde 2015, no GP da Catalunha, com uma Suzuki.


O japonês Takaaki Nakagami (Honda) parte da segunda posição, depois de ter ficado a 0,022 segundos de Espargaró, com o italiano Enea Bastianini (Ducati), líder do campeonato, na terceira posição, a 0,043 segundos.


O GP da Argentina de MotoGP é a terceira de 21 rondas do calendário.


Miguel Oliveira chega a esta prova na quarta posição, com 25 pontos.


 


AGYR // NFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário