04 Julho 2022, 01:40

Portugal conquista na Geórgia dois pontos importantes rumo ao Mundial de râguebi

© F.P. Rugby
LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

A seleção portuguesa de râguebi empatou hoje 25-25 na Geórgia e conquistou dois pontos importantes na ‘corrida’ ao apuramento para o Mundial de França2023, em encontro do Europe Championship que os ‘lobos’ acabaram frustrados pela igualdade.

Quando Portugal recuperou a bola e conquistou uma falta, encostado na sua própria linha de ensaio, em período de compensação, o experiente Samuel Marques teve de recomendar calma aos companheiros de equipa, antes de colocar a bola fora, para selar o empate que ninguém festejou.

É que um minuto antes, o encontro podia ter ‘caído’ para o lado de Portugal, mas um erro do próprio médio de formação, que fez um passe para a frente dento da área de 22 metros da Geórgia, provavelmente atrapalhado por um adversário caído no relvado, permitiu um último ímpeto aos georgianos, quando era Portugal quem estava mais perto de ganhar.

Ainda assim, o terceiro empate de Portugal no seu historial de confrontos com a Geórgia valeu à equipa orientada por Patrice Lagisquet dois pontos que podem revelar-se decisivos no apuramento, uma vez que dificilmente a Geórgia voltará a conceder tantos pontos num só jogo aos adversários diretos dos Lobos, a Roménia e a Espanha.

Portugal entrou na primeira jornada do Europe Championship 2022 a jogar com confiança e, apesar de muitos erros de ambas as equipas, era aquela que passava mais tempo no meio-campo do adversário.

Mas foi a Geórgia quem chegou primeiro ao ensaio, por Akaki Tabutsadze (30), que colocava a sua equipa pela primeira vez na frente, quando a transformação de Tedo Abzhandadze (31) deixou o marcador em 10-6.

Porém, Manuel Cardoso Pinto (37) descobriu uma rara nesga na muralha defensiva georgiana e fez o primeiro ensaio dos ‘lobos’, que só não chegaram ao intervalo em vantagem porque Grigor Kerdikoshvili (40+3), já na compensação, cruzou novamente a linha de meta após muita insistência, e fechou a primeira parte com 15-11.

As dificuldades que Portugal causava à poderosa formação do Leste ficaram provadas no início do segundo tempo, com Tedo Abzhandadze a jogar pelo seguro e a chutar aos postes para aumentar a vantagem (18-11), em vez de jogar para ‘touche’ e partir à procura de mais ensaios.

Depois, Portugal aproveitou bem a superioridade numérica de 10 minutos, resultante do cartão amarelo a Mirian Modebadze (49), e somou dois ensaios transformados, por Rodrigo Marta (51) e José Lima (58) para colocar-se em vantagem (25-18) à entrada para os últimos e decisivos 20 minutos.

Aí, a seleção só não foi capaz de travar a saída de Tornike Jalagonia (66) da formação ordenada, que fez o terceiro ensaio dos georgianos e voltou a igualar o marcador (25-25), mas conseguiu resistir ao maior poder físico saído do banco do adversário e podia mesmo ter saído de Tbilissi com mais do que os dois pontos.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Ficha de jogo:

Jogo no Estádio Mikheil Meskhi, em Tbilisi.

Geórgia – Portugal, 25-25.

Ao intervalo: 15-11

Sob arbitragem do francês Romain Poite, as equipas alinharam:

– Geórgia: Guram Gogichashvili, Vano Karadze, Beka Gigashvili, Grigor Kerdikoshvili, Lasha Jaiani, Otar Giorgadze, Sandro Mamamtavrishvili, Tornike Jalagonia, Gela Aprasidze, Tedo Abzhandadze, Mirian Modebadze, Merab Sharikadze, Demur Tapladze, Akaki Tabutsadze e Lasha Khmaladze.

Jogaram ainda: Luka Nioradze, Mikheil Nariashvili, Luka Japaridze, Nodar Cheishvili, Niko Aptsiauri, Vasil Lobzhanidze, Lasha Lomidze e Davit Maskhi.

Ensaios (3): Akaki Tabutsadze (30), Grigor Kerdikoshvili (40+3), Tornike Jalagonia (66).

Conversões (2): Tedo Abzhandadze (31, 67).

Penalidades (2): Tedo Abzhandadze (26, 46).

Treinador: Levan Maisashvili

– Portugal: Francisco Fernandes, Lionel Campergue, Diogo Hasse Ferreira, José Madeira, Jean Sousa, João Granate, Steevy Cerqueira, Rafael Simões, Samuel Marques, Jerónimo Portela, Rodrigo Marta, Tomás Appleton, José Lima, Vincent Pinto e Manuel Cardoso Pinto.

Jogaram ainda: Geoffrey Moïse, Duarte Diniz, João Mateus, Duarte Torgal, Thibault de Freitas, David Wallis, Pedro Lucas e Simão Bento.

Ensaios (3): Manuel Cardoso Pinto (37), Rodrigo Marta (51), José Lima (57).

Conversões (2): Samuel Marques (52, 58).

Penalidades (2): Samuel Marques (10, 29).

Treinador: Patrice Lagisquet

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mirian Modebadze (49).

Sem comentários

deixar um comentário