03 Dezembro 2021, 01:46

Portugal tenta reverter erro com Rússia e chegar ao Europeu feminino

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

A seleção portuguesa de futebol feminino tenta hoje voltar a fazer história e garantir um lugar no Europeu de 2022, em Inglaterra, mas precisa de recuperar em Moscovo, frente à Rússia, de uma desvantagem de 1-0.

A primeira mão do ‘play-off’, disputada na sexta-feira no Estádio do Restelo, em Lisboa, foi ‘madrasta’ para Portugal, que esteve por cima do jogo com a Rússia, mas não marcou e acabou derrotado por um golo totalmente consentido, aos 51 minutos.



A guarda-redes Patrícia Morais esteve infeliz no lance, ao alhear-se da bola, quando esta tocou na parte superior da barra e desceu para ficar à mercê de um cabeceamento fácil da avançada russa Nelli Korovkina.

Hoje, em Moscovo, o selecionador Francisco Neto já poderá contar com Jéssica Silva, que falhou o primeiro jogo devido às restrições de viagens impostas pela pandemia da covid-19, mas continuará sem Diana Silva (Aston Villa) e Vanessa Marques (Ferencváros), pelas mesmas razões.

A seleção lusa está pela quarta vez num ‘play-off’ de acesso à fase final e tenta alcançar a segunda participação num Europeu, após a presença inédita no Euro2017, nos Países Baixos, competição em que se ficou pela fase de grupos.

A fase final do Europeu de 2022 realiza-se em Inglaterra, de 06 a 31 de julho, e, além da seleção anfitriã, já se qualificaram Países Baixos, Dinamarca, Noruega, Espanha, Finlândia, Suécia, França, Bélgica, Alemanha, Islândia, Áustria e Itália.

Portugal e Rússia, que se defrontam a partir das 15:00 (em Lisboa) na Sapsan Arena, em Moscovo, em jogo com arbitragem da francesa Stéphanie Frappart, procuram preencher uma das três vagas que faltam, bem como Suíça e República Checa (1-1 no primeiro jogo) e Irlanda do Norte e Ucrânia (2-1), protagonistas dos outros jogos dos ‘play-offs’.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário