29 Janeiro 2022, 09:36

PR angolano elogia líderes dos Emirados Árabes Unidos por investimentos da receita petrolífera

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Luanda, 22 dez 2021 (Lusa) — O Presidente angolano elogiou hoje a “sabedoria e visão” dos líderes fundadores dos Emirados Árabes Unidos, que souberam “investir de forma correta” as receitas do petróleo, fazendo do deserto “um país moderno e desenvolvido que atrai investidores e turistas”.


João Lourenço, que realiza uma visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, discursou no Dia Nacional de Angola na Expo Dubai 2020, felicitando as autoridades e o povo dos Emirados Árabes Unidos pela celebração dos 50 anos da criação do Estado, como resultado da unificação de vários Emirados. 


 “As nossas felicitações vão também para os organizadores da Expo-2020 Dubai, por terem conseguido realizar este magnífico certame que coloca em evidência, aos olhos de todo o mundo, a capacidade empreendedora, organizativa e de realização do povo dos Emirados Árabes Unidos”, disse João Lourenço, que se encontra desde segunda-feira naquele país do médio oriente. 


O chefe de Estado angolano realçou que o espaço faz convergir culturas, conhecimentos, experiências e o saber dos diferentes povos do planeta, e a sua presença no pavilhão de Angola testemunha, em representação de todos os angolanos, a capacidade empreendedora característica aos angolanos. 


 “Está patente nas nossas instalações, a determinação em mostrarmos ao mundo que somos um povo talhado para vencer, superar obstáculos e caminhar em frente, mesmo quando confrontados com circunstâncias adversas, como as que a pandemia da covid-19 impôs a nós e a todo o mundo”, referiu.


“Em tudo isso observamos o papel ativo dos angolanos no geral, mas dos jovens em particular, por terem sabido ser a força ativa preponderante na construção do presente e do futuro, pela relação que estabelecem com as novas tecnologias, ferramentas fundamentais no processo de construção de pontes entre os fortes valores da nossa tradição e os da modernidade”, acrescentou.   


 Segundo João Lourenço, a construção de um futuro de desenvolvimento e de bem-estar em Angola apela para a necessidade da preservação do ambiente, por forma a contribuir para a sustentabilidade do planeta.  


A cidade do Dubai, prosseguiu o chefe de Estado angolano, é um exemplo positivo da coexistência salutar entre o passado e o futuro, o tradicional e o moderno, tendo sempre em foco o desenvolvimento sustentável.  


“Pelo sucesso alcançado, permitam-me felicitar a todos os responsáveis pela conceção, construção e elaboração dos programas que o nosso pavilhão tem exibido aos seus visitantes”, sublinhou.


NME // VM


Lusa/Fim 

Sem comentários

deixar um comentário