03 Julho 2022, 20:49

PR do Brasil chamado a depor em inquérito sobre divulgação de informações sigilosas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

São Paulo, 14 dez 2021 (Lusa) — O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi chamado hoje a depor num inquérito em que é investigado por divulgar informações sigilosas sobre um ataque de piratas informáticos ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do país.


Ainda não há detalhes sobre o formato nem sobre a data do depoimento, que deve ocorrer sob sigilo.


Em agosto passado, Bolsonaro divulgou documentos da Polícia Federal alegadamente sigilosos numa transmissão ao vivo nas redes sociais, com dados sobre a investigação de uma invasão do sistema informático do TSE  durante as eleições de 2018.


À época, o chefe de Estado colocava em causa a segurança do sistema de voto eletrónico adotado no país desde 1996 e chegou a acusar membros do TSE de participarem num esquema para defraudar as eleições de 2022 a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera todas as sondagens de intenção de voto para as presidenciais.


As denúncias sem provas feitas pelo Presidente brasileiro também levaram o TSE a abrir um processo administrativo contra Bolsonaro e a pedir que fosse investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por supostamente cometer atentados à democracia e divulgar informações falsas.


Esta será a segunda vez que Jair Bolsonaro prestará esclarecimentos à Polícia Federal. Em novembro passado, o chefe de Estado foi ouvido num inquérito sobre alegadas interferências indevidas no comando da própria Polícia Federal.


 


CYR // LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário