15 Maio 2022, 21:01

Preços no produtor na Alemanha com aumento histórico de 30,9% em março

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Berlim, 20 abr 2022 (Lusa) – O índice de preços no produtor na Alemanha registou um aumento histórico de 30,9% em março, um recorde desde 1949, quando este indicador começou a ser publicado, disse hoje a agência de estatística alemã Destatis.


O ponto mais alto do indicador reflete “as primeiras consequências da guerra na Ucrânia”, acrescentou a fonte.


Em fevereiro, o aumento anual tinha sido de 25,9% e em janeiro de 25%.


A Destatis indicou que a principal razão para o forte aumento do indicador é o recente aumento dos preços da energia, já que sem os preços da energia contabilizados, o aumento teria sido de 14% numa base anual.


Os preços da energia eram em média 83,8% mais altos em março do que no mesmo mês de 2021 e 10,4% mais altos do que em fevereiro de 2022.


A Destatis especificou que a maior influência no aumento registado em março nos preços da energia foi o do gás natural, que aumentou 144,8% em comparação com o mesmo mês em 2021.


Este indicador mensal mede a variação dos preços dos bens produzidos e vendidos pelos produtores no país e que correspondem ao primeiro canal de comercialização ou distribuição de bens comercializados na economia.


O índice mostra se os preços dos produtos numa economia estão a subir ou a descer, independentemente do seu canal de comercialização.


Na Alemanha, mede a evolução dos preços dos produtos produzidos e vendidos na Alemanha nas indústrias mineira, transformadora, energética e da água. Tem em conta todos os impostos e direitos sobre os produtos, com exceção do IVA.


Por conseguinte, diz a Destatis, representa alterações de preços numa fase inicial do processo económico. A data chave para o inquérito é o dia 15 do mês do relatório.



MC // JNM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário