29 Janeiro 2022, 10:36

Presidente russo anuncia disparo de salva de mísseis hipersónicos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Moscovo, 24 dez 2021 (Lusa) — O Presidente russo, Vladimir Putin, anunciou hoje um teste bem-sucedido de disparo de mísseis hipersónicos Zircon, uma arma considerada “invencível” por Moscovo e que está no cerne da corrida ao armamento entre potências militares.


“Esta noite, nas primeiras horas da manhã, foi disparada uma salva do sistema hipersónico Zircon”, anunciou o líder russo durante uma reunião governamental transmitida pela televisão, acrescentando que a operação tinha ocorrido “com sucesso”.


“É um grande acontecimento para o país e um passo significativo para fortalecer a segurança da Rússia e as suas capacidades de defesa”, acrescentou o líder russo.


De acordo com vários meios de comunicação russos, esta é a primeira vez que Moscovo anuncia o lançamento de mísseis Zircon.


O primeiro disparo oficial de um míssil Zircon data de outubro de 2020 e, entretanto, outros testes já ocorreram no Ártico russo, a partir da fragata Almirante Gorchkov e de um submarino submerso.


No ambiente de escalada de tensão com os países ocidentais, em particular com Washington, a Rússia multiplicou os anúncios de desenvolvimento de novas armas apresentadas por Putin como sendo “invencíveis”, como os mísseis Zircon.


Com alcance máximo de cerca de 1.000 quilómetros, o Zircon foi instalado em navios de superfície e em submarinos da frota russa.


Os primeiros mísseis hipersónicos Avangard de nova geração, capazes de atingir uma velocidade de Mach 27 e de mudar de curso e altitude, foram ativados em dezembro de 2019 e a Rússia procura agora desenvolver armas para uso no espaço.


Em meados de novembro, a Rússia destruiu um antigo satélite soviético em órbita, irritando os ocidentais que acusaram Moscovo de colocar em perigo a Estação Espacial Internacional, ao provocar uma nuvem de destroços.



RJP // HB


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário