17 Outubro 2021, 16:10

Proteção Civil dos Açores alerta para agravamento do estado do tempo

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Ponta Delgada, Açores, 11 jan 2021 (Lusa) – A Proteção Civil dos Açores alertou hoje para o agravamento do estado do tempo no arquipélago devido à aproximação e passagem de uma superfície frontal fria com ondulações, com atividade moderada a forte.


Num comunicado enviado às redações, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores informa que, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mau tempo deverá começar por atingir as ilhas do grupo ocidental (Flores e Corvo), que vão estar sob aviso amarelo entre as 00:00 (locais, 01:00 em Lisboa) e as 12:00 de terça-feira, devido às previsões de chuva, por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada.


Foi ainda emitido aviso amarelo para aquelas duas ilhas por causa do vento, direção de sudoeste, entre as 06:00 e as 09:00 de terça-feira.


No grupo central (Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial), a chuva por vezes forte, e trovoada, poderá fazer-se sentir a partir das 15:00 de terça-feira, pelo que o IPMA emitiu aviso amarelo para aquelas cinco ilhas até às 21:00 de terça-feira.


Quanto às ilhas do grupo oriental (São Miguel e Terceira) o aviso meteorológico amarelo vai estar ativo entre as 21:00 de terça-feira e as 09:00 horas de quarta-feira, período em que as previsões apontam para chuva, por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada.


O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.


O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas as medidas de autoproteção, como, por exemplo, consolidação de telhados, portas e janelas, manutenção da limpeza dos sistemas de drenagem das habitações e dos adjacentes às residências.


É ainda desaconselhada “a circulação sem necessidade”, porque “pode atrapalhar a circulação das forças de segurança e colocar em risco a sua segurança, nomeadamente, cair em buracos ocultados por lençóis de água”, diz a Proteção Civil açoriana.



APE // MLS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário