22 Outubro 2021, 07:32

Reino Unido estima crescimento de 4% em 2021 e regresso a nível pré-covid em meados de 2022

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Londres, 03 mar 2021 (Lusa) – A economia do Reino Unido deverá crescer 4% em 2021 e voltar ao nível pré-pandemia em meados de 2022, afirmou hoje o ministro das Finanças, Rishi Sunak, ao apresentar o orçamento para o próximo ano fiscal.


A projeção é menos otimista do que as estimativas de novembro passado, que previam um crescimento de 5,5%, mas que não levaram em consideração o confinamento, entretanto, decretado em janeiro pelo Governo.


O ministro, que se baseia nas projeções feitas para o Governo pelo órgão público Office for Budget Responsability (Gabinete de Responsabilidade Orçamental), prevê um crescimento de 7,3% em 2022, mais do que os 6,6% previstos em novembro, e depois 1,7 % em 2023, 1,6 % em 2024 e 1,7% em 2025.


O OBR projeta, assim, uma recuperação “mais rápida” do que o esperado, em meados de 2022 em vez do final do ano.


No ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) britânico caiu 9,9% em 2020, o pior desempenho em 300 anos, lembrou Sunak na Câmara dos Comuns.E


No orçamento para o ano fiscal 2021/2022, o Governo vai prolongar até setembro o regime de ‘lay-off’ para as empresas afetadas pelas restrições à atividade económica, que vão continuar pelo menos até 21 de junho e manter o reforço extraordinário do subsídio de subsistência [Universal Credit]. 


Prometeu também uma série de financiamento para ajudar empresas a reabrir portas, nomeadamente do setor da restauração, comércio não essencial e lazer, os mais afetados pelas restrições impostas para tentar travar a transmissão do novo coronavírus.  


Desde o início da pandemia covid-19, cerca de 700.000 pessoas perderam os postos de trabalho, empurrando a taxa de desemprego para 5,1%, mas as novas projeções calculam que se fique pelos 6,5% no próximo ano, abaixo dos 11,9% previstos anteriormente.


O ministro das Finanças disse também que o endividamento público este ano deverá chegar às 355 mil milhões de libras (411 mil milhões de euros) devido à necessidade de pagar as medidas de apoio à economia.


“Este país – e o mundo inteiro – levará muito tempo para recuperar desta situação económica extraordinária. Mas vamos recuperar”, prometeu. 


Para recompor as finanças públicas, Rishi Sunak anunciou um aumento do imposto sobre as empresas de 19% para 25% em 2023 e o congelamento dos escalões fiscais sobre os rendimentos das pessoas a partir 2021 até 2026. 


O Reino Unido é o país europeu com maior número de mortes na Europa e o quinto a nível mundial, com mais de 123 mil óbitos registados até terça-feira, mas é também um dos mais avançados na vacinação da população, com mais de 20 milhões de pessoas imunizadas. 



BM // MSF


Lusa/fim 

Sem comentários

deixar um comentário