13 Maio 2022, 23:46

Retomadas buscas por pescador desaparecido no rio Douro em Gaia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

As buscas pelo pescador dado como desaparecido na quarta-feira no rio Douro, na zona da Afurada, em Gaia, foram retomadas hoje, pelas 07h30, revelou fonte da Capitania do Porto.

“As buscas foram retomadas com o reforço da corveta da Marinha, que também está a fazer buscas na área oceânica”, disse o comandante Rui Santos Amaral.

O comandante precisou que as buscas foram alargadas da foz do rio até “cerca de 15 milhas para sul”, o que corresponde a cerca de 25 quilómetros.

A vítima foi dada como desaparecida na quarta-feira, depois de “alegadamente” ter caído ao rio Douro enquanto pescava na sua embarcação, descreveu a Autoridade Marítima Nacional, em comunicado.

O alerta foi dado pelas 08h30 e as buscas incluíram a Força Aérea Portuguesa e mergulhadores dos Sapadores de Gaia, até às 19h30.

O alerta foi dado pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa) e as buscas iniciadas “de imediato” por elementos da Estação Salva-vidas da Foz do Douro no Porto, elementos do Comando Local da Polícia Marítima do Douro e dos Bombeiros Sapadores e Proteção Civil de Gaia.

Ainda segundo o comunicado, “foi empenhado o gabinete de psicologia da Polícia Marítima para prestar apoio aos familiares da vítima”.

Sem comentários

deixar um comentário