16 Setembro 2021, 20:25

Roland Garros: Federer «arrasa» e segue Medvedev e Swiatek rumo à segunda ronda

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Roger Federer regressou a Roland Garros com uma vitória diante o uzbeque Denis Istomin na ronda inaugural do segundo ‘major’ da temporada, seguindo Daniil Medvedev e a campeã em título Iga Swiatek até à segunda ronda, em Paris.

Num dia marcado pela desistência da japonesa Naomi Osaka, número dois mundial, na sequência do polémico boicote às conferências de imprensa, o tenista suíço e antigo número um mundial regressou à ‘catedral’ da terra batida, desde a última presença em 2019, para protagonizar uma exibição a fazer lembrar os tempos áureos e bater o ‘qualifyer’ Istomin (204.º ATP), em três sucessivos ‘sets’, por 6-2, 6-4 e 6-3.

A jogar o quarto encontro da temporada e o terceiro torneio, após as duas cirurgias ao joelho direito em 2020, o helvético, de 39 anos, apresentou-se no ‘court’ Philippe Chatrier com um jogo muito diversificado, recorrendo com frequência a vóleis e ‘amorties’, e em apenas uma hora e 33 minutos assegurou a qualificação para a fase seguinte da prova.

“No geral, tudo se tornou mais claro, muito melhor. Claro que foi também por ser um tipo de adversário que me permitiu ter várias maneiras de ganhar o ponto. Sabia que subindo à rede era uma opção, fazer um ‘amortie’ era sempre uma opção e apanhando a bola cedo era uma opção”, explicou Federer, número oito mundial, antes de marcar encontro com o croata Marin Cilic (47.º ATP).

Assim como Roger Federer, detentor de 20 títulos do Grand Slam, o russo Daniil Medvedev, número dois mundial, foi um dos grandes protagonistas do dia, ao conquistar o primeiro triunfo da carreira em Roland Garros, depois de bater o cazaque Alexander Bublik (37.º ATP) em três parciais, por 6-3, 6-3 e 7-5, ao fim de uma hora e 59 minutos.

Depois de passar com distinção na quinta tentativa em Paris, Medvedev, de 25 anos, vai medir forças na segunda jornada com o norte-americano Tommy Paul, 52.º colocado no ‘ranking’ ATP, após a vitória deste ante o australiano Christopher O’Connell, por 6-2, 6-4, 4-6, 4-6 e 10-8.

Na competição feminina, a polaca Iga Swiatek (9.ª WTA), que celebrou hoje o 20.º aniversário, iniciou a defesa do título com um triunfo frente à amiga eslovena Kaja Juvan, pelos parciais de 6-0 e 7-5, para ‘carimbar’ a continuidade em prova e um duelo com a sueca Rebecca Person, que eliminou na estreia a norte-americana Shelby Rogers, por 6-7 (3-7), 7-6 (10-8) e 6-2.

A norte-americana Serena Williams (8.ª WTA), na perseguição pelo 24.º ‘major’ da carreira, ainda travou um duelo equilibrado com a romena Irina Begu, mas acabou por levar a melhor, com os parciais de 7-6 (8-6) e 6-2.

Ao contrário da antiga número um mundial e três vezes campeã em Roland Garros, que vai jogar agora com a também romena Mihaela Buzarnescu, a espanhola Garbiñe Muguruza, campeã do torneio francês em 2016, foi derrotada pela jovem ucraniana Marta Kostyuk, de 19 anos, por 6-1 e 6-4.

A canadiana Bianca Andreescu (7.ª WTA), por sua vez, foi eliminada pela eslovena Tâmara Zidansek (85.ª WTA), por 6-7 (7-1), 7-6 (7-2) e 9-7, ao cabo de três horas e 20 minutos.

 

Tags

Sem comentários

deixar um comentário