07 Fevereiro 2023, 02:06

Roma, de Mourinho, soma segundo triunfo seguido na Serie A

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 09 out 2022 (Lusa) — A Roma, treinada pelo português José Mourinho, somou hoje o segundo triunfo seguido na Liga italiana de futebol, na receção ao Lecce (2-1), para a nona jornada.


No Estádio Olímpico, os ‘giallorossi’ colocaram-se na frente do marcador, logo aos seis minutos, graças ao golo de cabeça do central inglês Smalling, depois de um cruzamento primoroso de Pellegrini.


Os visitantes ficaram com a missão de trazer pontos da capital italiana ainda mais complicada, por culpa do cartão vermelho direto exibido a Hjulmand, aos 22, após entrada dura sobre Andrea Belotti.


Contudo, mesmo em inferioridade numérica, o Lecce conseguiu restabelecer a igualdade, com um golo de Strefezza, mas, já no segundo tempo, um penálti de Dybala (48), que sairia lesionado logo de seguida, garantiu o triunfo para a equipa de Mourinho, que apostou no guarda-redes Rui Patrício de início.


A Roma ocupa a quinta posição, com 19 pontos, de uma tabela liderada de forma isolada pelo Nápoles (23), seguido da segunda colocada Atalanta (21), da terceira Udinese e do quarto AC Milan, ambos com 20.


O Lecce segue em 16.º, com sete, juntamente com o Bolonha (17.º).


O Nápoles bateu o Cremonese por 3-1, para assumir a liderança da Serie A, aproveitando da melhor forma o empate cedido pela Atalanta.


Em Cremona, no terreno do penúltimo classificado, o Nápoles, que à entrada para a ronda partilhava a liderança com a Atalanta, inaugurou o marcador aos 26 minutos, na sequência de uma grande penalidade convertida por Politano.


Com o português Mário Rui na equipa titular, os napolitanos, que já sabiam do empate da Atalanta frente à Udinese (2-2), viram Dessers igualar a partida, aos 47 segundos.


O avançado argentino Giovanni Simeone, assistido por Mário Rui, desfez a igualdade aos 76 minutos. Os dois últimos golos do Nápoles foram apontados já em tempo de descontos, por Hirving Lozano (90+2) e Mathis Olivera (90+4), que entrou em campo aos 82 minutos para o lugar ao lateral português.



AJC // NFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário