26 Janeiro 2022, 21:04

Rostos de quatro portugueses da ONU em selos desenhados por alunos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Os rostos de Maria de Lourdes Pintasilgo, Diogo Freitas do Amaral, Jorge Sampaio e António Guterres desenhados por alunos de escolas portuguesas estão em circulação desde hoje numa emissão de selos dos CTT.

Trata-se dos desenhos vencedores do concurso “Rostos Portugueses na ONU” dirigido aos alunos de todos os anos de escolaridade de Portugal e das escolas portuguesas no estrangeiro.

O concurso integrou o programa dos 75 anos da Organização das Nações Unidas e dos 65 anos da adesão de Portugal à ONU, assinalados em 2020.

Maria de Lourdes Pintasilgo foi embaixadora na UNESCO em 1975, Freitas do Amaral presidiu à Assembleia Geral da ONU em 1995 e Jorge Sampaio desempenhou, entre 2006 e 2013, as funções de enviado especial do secretário-geral para a luta contra a tuberculose e alto representante da ONU para a Aliança das Civilizações.

António Guterres é secretário-geral da ONU desde 2017, depois de ter sido o Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados entre 2005 e 2015.

O concurso visou “valorizar a ONU e os portugueses com ação de destaque nas Nações Unidas”, disse o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, na cerimónia de entrega de prémios aos alunos vencedores, que decorreu na sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros, no Palácio das Necessidades, em Lisboa.

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, referiu outros nomes de portugueses ligados à ONU, mas justificou a escolha dos quatro levados a concurso por serem “protagonistas da história das Nações Unidas”.

“São figuras muito representativas do contributo de Portugal para as Nações Unidas”, disse.

Os desenhos escolhidos para a emissão filatélica especial são da autoria de alunos de escolas de Lisboa (imagem de Maria de Lourdes Pintasilgo), do Porto (Jorge Sampaio), de Guimarães (Freitas do Amaral) e de Viseu (António Guterres).

O júri do concurso organizado pelos dois ministérios também premiou trabalhos de alunos de escolas portuguesas em Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Timor-Leste e Macau, além de outras em Portugal.

A emissão filatélica é composta por quatro selos com o valor facial de 54 cêntimos, com uma tiragem de 75.000 exemplares cada, de acordo com os CTT.

 

Sem comentários

deixar um comentário