08 Outubro 2022, 08:51

Rúben Amorim diz que Portimonense pode criar ansiedade a equipa e público

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O treinador Rúben Amorim assumiu hoje que o Sporting vai sentir ansiedade na receção ao Portimonense, no sábado, para a I Liga de futebol, advertindo que “público e jogadores” têm de estar preparados para as dificuldades.

Em conferência de imprensa, em Alcochete, Ruben Amorim admitiu que, “obviamente, o ambiente melhorou” após as vitórias nas visitas ao Estoril Praia (2-0) e Eintracht Frankfurt (3-0), mas lembrou que “o Portimonense vai defender bem” e que “se o tempo começar a correr, quer os jogadores, quer o público vão começar a ficar ansiosos”.

“Eu, toda a gente, o público e os nossos jogadores têm de estar preparados, porque eles vão criar-nos problemas em algumas transições e temos de manter a calma. Assim que essa jogada passar, temos de iniciar outra, ter as posses longas, não voltar a cometer os mesmos erros que com o [Desportivo de] Chaves”, assinalou o treinador ‘leonino’.

O adversário de sábado, lembrou Amomrim, “está muito confortável na tabela, vai esperar pelos erros” do Sporting, “fazer transições” e tanto “o público” como “a equipa” vão “ficar ansiosos”, mas o ‘segredo’ do sucesso será “manter a identidade” da equipa durante os 90 minutos.

“Por vezes os [defesas] centrais não [vão poder] rodar a bola tão rápido, porque temos de encontrar os ‘timings’ e o público vai ficar ansioso. O Adán, às vezes, não vai ter de dar a bola tão rápido como parece que devia, porque temos de encontrar o lado certo para jogar. E todos temos de estar preparados durante o jogo para perceber isso”, apelou Amorim.

Até porque, assumiu o técnico dos ‘verde e brancos’, “ainda falta resolver os problemas” que a equipa tinha antes dos últimos dois jogos, uma vez que “só passaram cinco dias” e “não há milagres” no futebol.

“Há uma semana e meia, com o [Desportivo de] Chaves, estava tudo mal. E isso é normal no futebol. O que lhes disse [aos jogadores] foi exatamente isso. Tivemos uma vitória com o Estoril [Praia], ganhámos na Liga dos Campeões, temos agora um jogo de campeonato e temos a Liga dos Campeões [receção ao Tottenham]. E pode correr tudo ao contrário e voltamos ao mesmo momento”, lembrou.

O Sporting recebe o Portimonense no sábado, em encontro da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol com início marcado para as 18:00, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, e arbitragem de Cláudio Pereira, da associação de Aveiro.

A equipa orientada por Ruben Amorim procura somar a segunda vitória consecutiva no campeonato, após vencer na jornada anterior, na visita ao Estoril Praia (2-0), em encontro que se seguiu a duas derrotas seguidas na competição, frente ao FC Porto (3-0) e ao Desportivo de Chaves (2-0).

Os ‘leões’ seguem em sétimo lugar na tabela classificativa da competição, com sete pontos, menos cinco do que o Portimonense, que ocupa o quarto lugar com os mesmos 12 pontos do FC Porto, ambos a três pontos do líder Benfica.

Sem comentários

deixar um comentário