06 Julho 2022, 04:59

Rúben Amorim espera jogo difícil em Tondela, mas quer uma melhoria exibicional

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Alcochete, Setúbal, 08 abr 2022 (Lusa) — O treinador Rúben Amorim disse hoje que está à espera de um jogo “muito difícil” na visita ao Tondela, da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e que quer ver melhorias exibicionais no Sporting.


“Tivemos períodos no último jogo que não foram bons. Tentámos trabalhar sobre isso, há competição interna e estamos num bom momento para voltarmos a fazer grandes exibições e, sobretudo, para vencer o jogo”, afirmou, em antevisão à próxima partida.


Na academia Sporting, em Alcochete, Rúben Amorim lembrou a recente mudança de treinador no Tondela, com a entrada de Nuno Campos para o lugar do espanhol Pako Ayestarán, que mudou o sistema tático e possui um maior conhecimento do Sporting.


“O Tondela tem de fazer pontos, mas sabe que vai defrontar uma equipa que luta pelo título, o que lhes retira pressão e ajuda nesse aspeto. Criaram-nos problemas aqui em casa, fruto dos jogadores que tem. Prevejo um jogo muito difícil, mas temos de vencer, jogar bem e continuar a não sofrer golos”, realçou o técnico da turma ‘verde e branca’.


A crença nos triunfos em todos os encontros que restam até ao final da I Liga mantém-se, sendo esse o foco que Rúben Amorim aponta, embora reconheça o poderio que o líder FC Porto, com seis pontos de vantagem, tem apresentado durante o campeonato.


“O fim aproxima-se e temos de ganhar os nossos jogos para estarmos mais perto de que algo aconteça. Se perdermos pontos, fica tudo mais difícil. O foco é em vencer os nossos jogos semana a semana”, expressou, considerando que a ausência de Uribe nos ‘dragões’, por lesão, não dá vantagem ao Sporting, nem retira favoritismo ao FC Porto.


O médio João Palhinha e o avançado Nuno Santos são ‘baixas’, por castigo, com Rúben Amorim a revelar que o central marroquino Feddal sentiu uma dor no treino e também estará ausente, chamando o jovem central espanhol José Marsá à lista de convocados.


“[O Tondela] Luta pela sobrevivência, com jogadores talentosos, que se apresenta num ‘5-4-1’, o que nos retira muito espaço para o nosso jogo. Temos de ser criativos, móveis e agressivos na forma como vamos atacar o espaço. Têm muita mobilidade, são fortes a sair a combinar, muito perigosos e estão motivados, pois ganharam na última jornada. Jogo difícil, mas temos de ganhar e jogar melhor do que na semana passada”, apelou.


Com o dérbi lisboeta na próxima ronda, frente ao Benfica, Rúben Amorim garantiu que não irá “poupar ninguém, nem baixar a intensidade”, afirmando mesmo que até a vão aumentar, uma vez que considera a deslocação a Tondela “o jogo mais importante”.


Sobre o avançado espanhol Sarabia, que tem tido um rendimento elevado durante a época, mas encontra-se emprestado pelos franceses do Paris Saint-Germain, o técnico destacou a boa adaptação, crescimento tático e humildade, mas vê “com dificuldade” a permanência, devido ao patamar financeiro que o Sporting não pretende ultrapassar.


O Sporting, segundo classificado da I Liga portuguesa de futebol, com 70 pontos, visita o Tondela, na 16.ª posição, com 25, no sábado, às 20:30, no Estádio João Cardoso, em Tondela, para a 29.ª ronda, com arbitragem de Luís Godinho, da associação de Évora.


 


DYRP // AMG


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário