04 Dezembro 2021, 11:57

Rui Moreira toma posse para último mandato no Porto a 20 de outubro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Reeleito sem maioria absoluta, o independente Rui Moreira toma posse a 20 de outubro para cumprir o último mandato como presidente da Câmara do Porto, liderando um executivo que conta com um vereador do BE pela primeira vez.

De acordo com a informação revelada pela Câmara do Porto, a tomada de posse dos órgãos autárquicos acontece na quarta-feira, dia 20 de outubro, pelas 17h30, no Pavilhão Rosa Mota.

Sem maioria no executivo, o independente Rui Moreira foi reeleito no dia 26 de setembro presidente da Câmara do Porto, tendo o Bloco de Esquerda (BE) eleito, pela primeira vez, um vereador, enquanto o PS perdeu um e o PSD duplicou o mandato de 2017.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Segundo os dados divulgados na noite eleitoral pelo Ministério da Administração Interna (MAI), o movimento independente «Rui Moreira: Aqui Há Porto!» obteve 40,72% dos votos, elegendo seis vereadores, não tendo conseguido reeditar a maioria absoluta conquistada nas autárquicas de 2017.

Por seu turno, a oposição elegeu sete mandatos – três o PS, dois o PSD e a CDU e o Bloco um cada.

Para assegurar a governabilidade da Câmara, sem grandes percalços, ao longo dos próximos quatro anos, basta que um destes vereadores se junte ao independente.

Contudo, os partidos da oposição na Câmara do Porto afirmaram, em 01 de outubro, não ter recebido até então quaisquer convites e manifestaram a sua indisponibilidade para coligações pós-eleitorais com Rui Moreira, que a 26 de setembro perdeu a maioria absoluta que detinha na autarquia.

À semelhança da vereação, o independente Rui Moreira obteve 34,51% dos votos para a assembleia municipal, mas também sem maioria e perdendo um deputado.

Neste órgão, o PS perdeu três deputados (oito), o PSD ganhou três (oito), CDU, BE e PAN mantêm o número de deputados e o Chega elege o primeiro.

Também nas freguesias, o movimento independente Aqui Há Porto conquistou cinco das seis freguesias a que se candidatou.

A freguesia de Paranhos mantém-se PSD e em Campanhã o independente decidiu apoiar o socialista e atual presidente da junta, Ernesto Santos, que foi reeleito.

Nas autárquicas de 2017, o autarca Rui Moreira foi reeleito para o cargo, com maioria absoluta, tendo conquistado 44,46% dos votos e alcançado sete mandatos, contra seis da oposição: quatro do PS, um do PSD/PPM e um da CDU.

Em 2013, quando foi eleito pela primeira vez, o independente conseguiu conquistar 39,25% dos votos e seis vereadores, contra três do PS, três do PSD/PPM e um da CDU.

No Porto, foram a votos nestas eleições o Movimento independente «Rui Moreira: Aqui há Porto» – apoiado por IL, CDS, Nós Cidadãos, MAIS -, Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te), Diamantino Raposinho (Livre).

Sem comentários

deixar um comentário